...

Desenho não muda e governo Daniela fica distante; pedido pelos análogos de insulina e outras notícias

Encontro dos quatro

O encontro mais aguardado será na sexta-feira (07), quando desembargadores e deputados estaduais se reúnem para votar o Impeachment de Carlos Moisés. Mas o segundo encontro mais aguardado acontecerá na noite desta quarta, quando o quarteto (Marcos Vieira, Cobalchini, Fabiano da Luz e Zé Milton) se reúne para discutir a votação de sexta.

Na pauta, a consolidação do voto fechado dos parlamentares contra o Impeachment de Moisés. Portanto, somente a combinação dos votos anteriores e mais um deste quarteto de deputados poderá tirar Moisés do governo.

Laércio tenta no STF

Nos bastidores da política, a volta de Moisés já está praticamente consolidada. Quando se falam em contextos diferentes, dizem que somente uma decisão judicial adiando a votação poderá mudar. Portanto, é o que Laércio Schuster está tentando recorrer através de uma reclamação junto ao STF, afirmando que o presidente do Tribunal Misto estaria infringindo alguns pontos do rito.

Fator Lima é Laércio

Os votos que mudaram o jogo, inclusive surpreendendo os próprios parlamentares, não deverão acontecer desta vez. Fabiano da Luz é petista e votando por Daniela, poderá dever explicações à sua ala ideológica. Já Zé Milton, Cobalchini e Marcos Vieira são políticos de carteirinha e atuam dentro do corporativismo que manda a cartilha, portanto, não deverão surpreender e vão manter os votos.

Se isso acontecer ainda nesta semana, vai ser uma grande surpresa!

Quinta-feira

Alguns assessores e parlamentares que conversei afirmaram categoricamente que o dia D é quinta-feira mesmo. Muito coisa deverá acontecer, com Moisés e Daniela se movimentando para estar na cadeira de governador a partir da votação.

Raimundo Colombo

O ex-governador Raimundo Colombo (PSD) saiu derrotado na eleição passada. Ele foi alvo da onda de renovação no estado de Santa Catarina.

Apesar do que aconteceu na eleição passada, as coisas são bem diferentes agora. O político volta ao páreo na disputa eleitoral e afirma que disputará a majoritária em 22. O mais provável é que Colombo busque voltar ao Senado Federal.

Ex-secretário de Moisés provoca

O ex-secretário de Articulação Internacional, Derian Campos, compartilhou um storie de um vereador de Joinville, comentando sobre a ida de Daniela à cidade. No post, Derian cutuca Moisés: “A governadora foi mais a Joinville em alguns meses do que o governador em 2,5 anos. E ainda andou na rua.”

Derian foi nomeado por Moisés e apoiou o governador nas eleições 2018. Derian era presidente da executiva do PSL em Joinville.

Vaga ao TJ

A OAB de Santa Catarina indeferiu 5 pedidos de candidaturas para a disputa da cadeira de desembargador destina pelo quinto constitucional. Portanto, 23 são oficialmente candidatos e buscarão ser escolhidos para a lista dos doze.

Análogos de Insulina

Essa é uma demanda que não importará quem esteja no governo, ela precisará ser resolvida. Uma discussão que paira na interpretação de uma decisão judicial está deixando muita gente carente preocupada. Alguns secretários de saúde estão de cabelo em pé, diante da recusa do fornecimento do estado. Em Joinville, o secretário Jean Rodrigues da Silva chegou a enviar ofício ao governo do estado, pedindo para reconsiderar. Até agora, o pedido não foi atendido.