...

Manifestações contra Moisés são marcadas, Impeachment de prefeito e outras notícias

Conforme antecipei em primeira mão, movimentos bolsonaristas aumentam o coro pelo Impeachment de Moisés. Segundo os organizadores, as carreatas marcadas para o próximo sábado (01) em apoio ao presidente Jair Bolsonaro, também servirão para cobrar o afastamento definitivo do governador.

As cidades de Criciúma, Concórdia, Florianópolis, Indaial, Itapema, Joinville, Jaraguá do Sul, Lontras e Mafra deverão ser palcos das carreatas. As mobilizações já estão sendo feitas e os pontos de partidas já definido e com hora marcada.

É a tropa

Venho falando a tempo que Daniela precisava de tropa. Não se sabe se isso vai ser suficiente, as chances são pequenas. Sobretudo, depois da mudança de posição de deputados como Marcos Vieira (PSDB) e Valdir Cobalchini (MDB).

Impeachment

O prefeito de Joinville, Adriano Silva (Novo), enfrentou o primeiro pedido de Impeachment. Arquivado por unanimidade, o pedido foi feito por um dos manifestantes contrários à Reforma da Previdência em Joinville.

Sombra

Nunca a sombra de alguém foi tão presente que o próprio indivíduo, como no caso de Carlos Moisés. Enquanto governador, demonstrava fragilidade no cargo e inconsistência nos atos. Pois foi cair do cargo, que se tornou um político forte e com articulação rotineira.

O fato é tão impressionante, que a sombra de Moisés em alguns setores, é mais forte e consistente do que a própria governadora em exercício. Segundo informações, estaria até sendo visitado por deputados estaduais.

Tanto é verdade que nesse momento, o cenário tem sido mais propenso à volta do governador afastado.

Corporativismo

Sem dúvidas, os sindicatos filiados às ideologias sectárias (para não ofender o termo “radical”) tem desempenhado um papel crucial na tentativa de manter o corporativismo intacto e sem a realização de Reformas necessárias ao país.

O deputado federal Darci de Matos (PSD), tem sentido na pele essa pressão dos corporativistas na sua relatoria da Reforma Administrativa. Os sindicatos tem investido o dinheiro das contribuições para veículos andarem nas ruas contando mentiras sobre as reformas. Claro, levando a crer que as reformas servem apenas para atrapalhar a saúde e educação.

Audiências públicas

Por falar em Reforma Administrativa, Darci de Matos definiu as agendas de audiências públicas na Comissão de Constituição e Justiça na Câmara dos Deputados.

Serão sete audiências públicas e a primeira já começará na próxima segunda-feira (3). Nessa sessão inaugural, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP) também já confirmou presença.

Podemos

A presença de Rodrigo Coelho no Podemos, poderá expor outro conflito partidário para o parlamentar. O político tem se posicionado alinhado às políticas de Bolsonaro e foi justamente por votar em pautas alinhadas ao Governo Federal que sofreu sanções no PSB.

Por essa razão, questionei o parlamentar se há algum desenho para o Podemos estar com Bolsonaro em 2022. Principalmente, sabendo que Álvaro Dias está em fim de mandato e, buscar a reeleição é o caminho mais fácil. Coelho disse que não há nenhuma conversa nesse sentido.