...
biabionica joão rodrigues major olimpio Major Olímpio

Ananias Cipriano: Prefeito de Chapecó detona militantes que riram da morte de Major Olimpio

Uma live entre dois ativistas das redes sociais está repercutindo em todo o país. Em Santa Catarina, o prefeito de Chapecó, João Rodrigues foi às redes sociais criticar a postura da dupla. Aos 58 anos, o senador Major Olímpio morreu nesta quinta-feira (18), vítima da Covid-19. O político estava internado no Hospital São Camilo, desde o último dia 02 de março.

“Foi tarde, desgraçado!” – Em tom de deboche e risadas, uma dupla de ativistas comemoraram a morte do político. Frases como “bandido bom é bandido morto”, foram utilizadas pelos ativistas para ironizar uma das pautas do político. Nota-se, a ironia era chamá-lo de “bandido”.

O prefeito de Chapecó, foi cirúrgico em suas palavras. Ele lamentou o deboche em meio à milhares de pessoas morrendo pela mesma doença.

A falsa demonstração da virtude

Ainda nessa semana, fiz questão de citar os textos de Theodore Dalrymple (codinome) que retrata a falsa demonstração da virtude. São virtuosos que querem likes e se compadecem apenas daqueles que estão alinhados ideologicamente.

Ainda nesta semana, vimos o exemplo claro dessa necessidade de publicidade da virtude. A jornalista Majú Coutinho, para defender determinada posição sanitária, ironizou todos os trabalhadores que reclamam dos fechamentos e das medidas restritivas que foram impostas de maneira indiscriminada na sociedade. “O choro é livre”, largou a global. Óbvio, teve que pedir desculpas diante da repercussão negativa de sua fala.

Infelizmente, essa tem sido a tônica nessa pandemia. Uma posição, um lado e a polarização de medidas que deveriam ser racionais. Razão, experiência e tato: Tudo que falta!

Confira o vídeo do prefeito de Chapecó, João Rodrigues: