...
adriano silva darci de matos eleição joinville Fernando Krelling Nelson Coelho

Três nomes despontam nessa eleição em Joinville

A eleição em Joinville está aberta, principalmente pelas novas figuras no cenário político eleitoral. Se há um nome tradicional, este é Darci de Matos. Os demais, novidades na política ou na disputa pela maior Prefeitura de Santa Catarina.

Darci de Matos (PSD) sabe que possui a maior rejeição, até pelo tempo de atuação na política. Sabendo disso, utilizou da estrategia tradicional, montando um frente ampla com partidos tradicionais. Estarão com Darci, o PSDB do seu vice Rodrigo Fachini, e o PL e PP que darão sustentação e tempo de televisão ao deputado federal licenciado. Darci de Matos só não fechou com o Podemos e Democrata, pois a executiva estadual dos partidos definiram dar espaço ao seu candidato e “ajudar” Darci, estancando o crescimento de Adriano Silva.

Por falar em Adriano Silva, o empresário vem sendo considerado o candidato que pode tirar de Darci e Fernando Krelling o favoritismo de comandar a Prefeitura. Filiado no partido Novo, Adriano tem o desafio de fazer uma eleição diferente dos moldes tradicionais, pulverizando um discurso de mudança, sem fazer uso de fundo partidário e sem ocupar grandes espaços no rádio e televisão. Se chegar no segundo turno, o jogo muda e certamente será o candidato à ser batido, afinal, não há rejeição em torno de seu nome.

Já Fernando Krelling (MDB) é o candidato do atual governo, terá uma estrutura muito forte e o apoio maciço do atual prefeito e de toda a sua máquina. Fernando, com o apoio de Udo, tem a sua equipe de campanha liderada por Marcão (ex-secretário de Comunicação).

No fim, veremos se o tradicional agrupamento de partidos, dinheiro e tempo de TV de Darci, a máquina do atual governo em favor de Fernando Krelling ou a renovação política com Adriano Silva serão fatores predominantes para a eleição do novo prefeito. Aperitivos não faltam!