Todos de olho na convenção do PP

A convenção estadual do PP, nesta segunda-feira, tem tantos olhares interessados fora quanto dentro da própria sigla. O mais atento é o PSD de Gelson Merísio, que conta com o PP na sua base de eleição com candidatura própria em 2018. Não menos interessados estão o PSDB e o PMDB. Um porque ainda não sabe por qual banda vai mesmo estar no ano que vem e o outro porque do adversário não se tira o olho jamais. Embora muitos apostem em jogo equilibrado e até um risco de Esperidião Amin perder a disputa de voto para o deputado Silvio Dreveck, isso não deve ocorrer. O mais experiente líder progressista já deu demonstrações de que lhe bastam alguns minutos de microfone na mão para ele dirigir o partido em uma convenção. Basta lembrar as convenções partidárias de 2014. Tenho por mim que para a disputa de voto a voto Amin não vai. Se for é para ganhar. Se for com riscos, ele abre mão. Isso é próprio dos personagens que são maiores que as suas próprias siglas. E este é sim o caso de Amin.

Decisão adiada

Embora a convenção estadual do PP aconteça nesta segunda-feira, pode não será tão rápido que o partido defina o seu presidente. Na convenção que acontece a partir das 16h desta segunda-feira na Assembleia Legislativa, serão indicados os 141 membros do diretório, que terão mais alguns dias para escolher a Executiva. Por isso a semana será de negociações intensas, assim como foram os últimos dias. Óbvio que a composição do diretório tem influência direta na escolha, mas é provável que a decisão não ocorra hoje. 

Tô Merísio

O deputado estadual Milton Hobus (PSD) gravou um áudio em que contesta declarações dadas semana passada pelo deputado federal Esperidião Amin (PP), de que ele (Milton) estaria disposto a ser candidato a vice-governador em uma composição com o PMDB. Lembrou que é um dos mais fervorosos defensores de candidatura própria e que o nome do partido está definido: “é Gelson Merísio”.  Outro que fez declarações idênticas foi o deputado federal João Rodrigues(PSD).

Volta à cena

O ex-prefeito de Siderópolis, no Sul do Estado, Douglas Guinga Warmling, está trocando de partido. Depois de entrar para a política através do PP, foi para o PSD em 2015 para ser candidato a deputado no ano seguinte, mas ficou sem vaga. Pelo PSD perdeu ainda a eleição municipal de 2016. Neste fim de semana ele confirmou que está indo para o PDT, onde pode ser o único candidato a deputado federal pelo partido em 2018.

Pacto por SC

O governo do Estado ainda não desistiu do empréstimo de R$ 800 milhões que busca para concluir obras do Pacto por Santa Catarina. Setores da mídia chegaram antecipar que este financiamento saiu da pauta do governo. As condições não são nada atraentes: juros de 41 por cento ao ano, um ano de carência e quatro anos para pagar. A prioridade do governo é o dinheiro do Fundam II.

FACISC

A nova direção da FACISC, entidade que representa as associações empresariais em Santa Catarina, foi eleita sexta-feira passada, após alguns problemas internos. O empresário Doreni Caramori, teve que ser retirado da chapa. O novo presidente é Johhy Zulauf, de São Bento do Sul.

 

 

NA REDE O Ibama fez apreensão de quatro toneladas de peixe, sexta-feira em Passo de Torres. Imediatamente alguém da equipe sugeriu e o material foi doado para a prefeitura de Criciúma, que fez a distribuição em bairros sábado pela manhã. Uma festa. Mais de duas mil pessoas atendidas.

PUBLICIDADE Os dias atuais são de atenção especial para duas licitações. Trata-se da definição das quatro agências de publicidade que irão atender a prefeitura e a agência da Câmara de Vereadores. O processo da Câmara é menos concorrido.

SINDICAL O líder sindical Célio Elias, do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias da Alimentação de Criciúma e região deu demonstração de forte liderança,  sábado, durante a festa de 28 anos de fundação da entidade. Mais de 600 pessoas, entre associados e convidados, participaram do evento.

PRESTIGIO Celio Elias despediu-se após 12 anos de mandatos intercalados na direção do Sindicato da Alimentação. Entre as autoridades que prestigiaram o evento estavam o prefeito e o vice de Forquilhinha e o deputado estadual Rodrigo Minotto.

DA VEZ De repente o partido da vez é o PDT. Tudo tem a ver com o crescimento dos movimentos do presidenciável Ciro Gomes, que estará em Santa Catarina nesta semana.

SUSTO Sexta-feira, durante solenidade de posse de sete novos desembargadores, no Tribunal de Justiça de Santa Catarina, um grande susto. O desembargador Túlio Pinheiro desmaiou durante a solenidade

NOVO Vale prestar atenção em alguns detalhes do Partido Novo, que tem o número 30 e chama atenção por sua cartilha. À primeira impressão remete à ideia de um partido composto por um grupo étnico. Em SC o partido foi apresentado em Joinville, sábado.

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest