Sogra, madrasta e alvo…

Aquela reação do deputado Luiz Fernando Cardoso, Vampiro, durante sessão da Assembleia Legislativa, quarta-feira, não foi um ato isolado, nem reação impensada ou oportunista do parlamentar. Aquela é a tradução do sentimento emedebista do Sul do Estado. Ele sugeriu que a Secretária de Estado da Educação, Simone Schramm peça para sair do cargo. Justificou que ela cometeu três erros graves na condução do processo de gestão da Educação. Acontece que os erros causaram prejuízo ao governador Eduardo Moreira e os emedebistas, que sul consideram que há outra pessoa melhor qualificada para dirigir a pasta que a atual titular da pasta. Referem-se ao Secretário-Adjunto de Estado da Educação, professor doutor Gildo Volpatto, ex-reitor da Unesc, instituição que atualmente é dirigida pela professora Luciane Ceretta, que embora não tenha vínculos partidários é tratada pelo PT, por exemplo, como muito alinhada ao MDB. Que dizer, se Simone Schramm, que é a madrasta da esposa de Mauro Mariani (sogra e madrasta), continuar no cargo, os emedebistas do Sul já tem um motivo para desacelerar na campanha eleitoral. Isso não é dito, mas nem é necessário se esforçar para perceber a indignação do Sul em relação à dona da cadeira mais importante na Educação do Estado, hoje.

Eu diria que no Sul existe hoje um:: “silêncio barulhento do Fora já Simone!!!

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest