Sabatinas começam hoje com Portanova, as movimentações dos candidatos e Rodrigues apresenta defesa no TRE entre outros destaques

Há uma expectativa muito grande a respeito do cenário eleitoral, tanto no país, quanto aqui em Santa Catarina. Um exemplo é o pleito à Presidência da República, que, conforme escrevi na semana passada, tem direcionado a disputa para um segundo turno com Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

Porém, tem quem defenda a tese de que o programa eleitoral gratuito tem o poder de ajudar na conquista do eleitorado, situação que se confirmando, poderá mudar a realidade de Geraldo Alckmin (PSDB) que não consegue chegar aos dois dígitos nas pesquisas, nem mesmo em sua casa, no estado de São Paulo.

Só que é preciso entender, que há uma forte presença do eleitorado no mundo virtual, onde vídeos viralizam e provocam debates acalorados – é verdade que nem sempre baseados em um real entendimento da realidade – mas não podemos negar o poder de influência da internet no pleito atual. Mesmo assim, Bolsonaro terá que lidar com a estrutura partidária de Alckmin e Haddad, o que nos remete a uma pergunta: e aqui no Estado, como será?

Entre as três principais candidaturas, temos o petista Décio Lima liderando uma pesquisa e, rivalizando com Mauro Mariani (MDB) pela primeira colocação na intenção de votos em outra. Porém, Lima sabe que tem uma estrutura muito menor do que os seus principais oponentes, leia-se Mariani e Gelson Merisio (PSD).

Além disso, o petista é mais conhecido nos municípios maiores e isso se comprova na pesquisa do Ibope, que somente realiza levantamentos em cidades grandes. Ao contrário de Mariani que tem um partido com capilaridade, e Merisio que conta com um exército de vereadores, prefeitos e vices, situação que causa um certo desequilíbrio através dos municípios menores.

Partidos, nomes de grande peso na política estadual, tempo de rádio e TV, sendo 4 minutos para Mariani, 3 minutos e 30 segundos para Merisio e, somente 1 minuto e 30 segundos para Lima, podem fazer a diferença se o pleito deste ano mantiver um comportamento tradicional. Somado ao tempo, vale lembrar que o emedebista tem nove partidos, o pessedista 15, enquanto que os petistas vão de chapa pura. Em suma, será uma eleição de aprendizado, agora, se haverá transformações, somente saberemos no dia do voto.

Rodrigues

A vida do deputado federal João Rodrigues (PSD), não anda fácil. Após ter conseguido se livrar do cumprimento da pena que foi anulada por uma decisão do Superior Tribunal de Justiça, agora o Ministério Público Estadual pede a impugnação de sua candidatura, devido ao caso da retroescavadeira de Pinhalzinho. O advogado Marlon Bertol fará a defesa baseado na decisão do STJ, que anulou a condenação incluindo para efeitos eleitorais. Mantendo a candidatura que é a tendência, segundo a decisão que o libertou, Rodrigues terá vencido algumas convenções.

Buligon se licenciará

O prefeito de Chapecó Luciano Buligon (PSB), se licenciará no próximo dia 10 de setembro. Durante 30 dias, Buligon se dedicará exclusivamente à campanha do candidato ao Governo do Estado, Gelson Merisio (PSD). O pessebista é um dos nomes do núcleo duro da campanha do PSD. Como o vice-prefeito Elio Cella (PR) é candidato a deputado estadual, o presidente da Câmara de Vereadores, Itamar Agnoletto (PSDB), sentará mais uma vez na cadeira do prefeito. O curioso, é que o tucano apoia a candidatura de Mauro Mariani (MDB) a governador que tem como candidato a vice, Napoleão Bernardes (PSDB).

Educação financeira

Como cooperativa de crédito que tem uma visão diferenciada do mercado, o Sicredi se preocupa com a sua saúde financeira. É por isso, que trabalha na orientação de seus associados para que tomem as melhores decisões quando o assunto for a administração de seu dinheiro. Uma vida financeira organizada tem como resultado, a possibilidade de realizar bons investimentos, podendo render mais prosperidade e a realização dos seus sonhos. Por isso, tanto os clientes pessoa física, quanto jurídica, tem acesso as orientações do Sicredi, inclusive sobre como implementar ações e programas com o objetivo de capacitar funcionários e colaboradores, para a melhor forma de gerir aquela que é a maior contrapartida que recebem pelo seu trabalho: o dinheiro. Procure o Sicredi. Gente que coopera cresce!!

Candidatos

Hoje começa uma parceria entre o Grupo Condá de Comunicação e a Unochapecó. A partir das 08h45 estará no ar, a “Sabatina com os Candidatos ao Governo do Estado”. Com transmissão da Super Condá AM 610, o programa terá a apresentação de Raquel Lang e eu também estarei na bancada. O programa terá espaço para que a própria universidade e entidades convidadas, apresentem questionamentos. É a Rádio e a Universidade cumprindo o seu papel de promover grandes debates de interesse da sociedade. Em falar em debate, no próximo dia 28 de setembro, o Grupo Condá realizará o único realizado no Oeste, com os candidatos à Casa D’Agronômica.

Datas

As entrevistas terão como lugar, o Plenário dos Conselhos da Unochapecó. Hoje o entrevistado será Rogério Portanova (Rede), e amanhã o programa receberá Ingrid Assis (PSTU). Na quarta-feira (29) Gelson Merísio (PSD), Ângelo Castro (PCO) participa na quinta-feira (30), Leonel Camasão (PSOL) sexta-feira (31), Carlos Moisés da Silva (PSL) na segunda-feira (03), enquanto que Jessé Pereira (Patriotas) estará na terça-feira (04). Mauro Mariani (MDB) na quarta-feira (05) e Décio Lima (PT) na quinta-feira (06) encerram a programação.

Pelo Oeste

O candidato ao Governo do Estado, Rogério Portanova (REDE), participa hoje logo cedo em Chapecó, da Sabatina da Super Condá AM 610 com a Unochapecó. Após, ele cumpre agenda na região, visitando algumas aldeias na companhia do candidato ao Senado pelo seu partido, Diego Mezzogiorno. Também o acompanhará o candidato a deputado federal, Leopardo Sales, que por ser indígena tem aproximado Portanova das aldeias, além da candidata a deputada estadual, Andrea Monteiro.

Ataques

O candidato a governador, Gelson Merisio (PSD), partiu para um ataque mais direto aos emedebistas. Segundo ele, entre os desafios do próximo governo estão a administração do que chamou de “esqueletos bilionários”, frutos do que classificou de “gestão desastrosa” do MDB. O pessedista falou dos R$ 5 bilhões das Letras, R$ 7 bilhões da Invesc e R$ 2 bilhões da SC-401, todos casos que se encontram em fase final de judicialização. “Lembram como foi o governo do PMDB em 1998? O professor e o enfermeiro que ficaram quatro meses sem receber não esquecem. Agora, assumiram há sete meses e já deram seu cartão de visita. Atrasaram a primeira parcela do décimo terceiro”, disse Merisio, que em Blumenau ao lado de seu candidato a vice, João Paulo Kleinubing (DEM), se comprometeu em resolver a questão da BR-470, que é o mais importante corredor econômico do Vale do Itajaí.

Fake news

A coordenação de campanha de Gelson Merisio (PSD), apresentou uma denúncia de que o pessedista foi alvo da primeira fake news das eleições. O candidato da coligação “Aqui é Trabalho”, teria sido alvo no fim de semana com uma mensagem falsa disseminada no aplicativo WhatsApp. O texto dizia que, em uma entrevista para uma rádio da Capital, Merisio teria sugerido o congelamento dos vencimentos dos policiais militares. Em uma resposta rápida, o pessedista gravou uma mensagem a todos os PMs desmentindo a informação e, dizendo que a Segurança Pública e a valorização dos policiais civis e militares estão entre as suas principais bandeiras. “É lamentável que algumas pessoas usem esse tipo de expediente para tentar confundir o eleitor”, comentou Merisio.

Desigualdades

O combate às desigualdades regionais foi a defesa feita pelo candidato ao Governo do Estado pela Coligação “Santa Catarina Quer Mais”, Mauro Mariani (MDB), em passagem por Videira e Caçador no Meio-Oeste. Também acompanhados do senador Paulo Bauer (PSDB) que busca a reeleição, fizeram um corpo a corpo nas ruas centrais e se comprometeram com as demandas da região do Contestado, que anseia por investimentos. “O Estado e a União têm uma dívida histórica com essa região. É preciso levar infraestrutura de qualidade, atrair novas empresas, ter uma política justa de incentivos fiscais, diversificar a economia e fortalecer vocações”, destacou Mariani.

Impressionado

Em sua primeira campanha estadual, o candidato a vice de Mauro Mariani (MDB), o tucano Napoleão Bernardes (PSDB), se disse impressionado com o carinho demonstrado pela população. “Enfrentamos a chuva e o frio, mas o calor humano que recebemos dos moradores da região nos traz a certeza de que Santa Catarina quer mais, com Mauro como o nosso próximo governador. Estamos muito entusiasmados e certos de que a nossa coligação reúne as melhores peças para fazer as transformações que o nosso povo tanto almeja”, disse Bernardes.

Em casa

O candidato ao Governo do Estado, Décio Lima (PT), da coligação “Renova SC”, realizou um ato com lideranças e a militância no sábado (25) à noite, em Blumenau. Em seu discurso ele disse que se for eleito, inverterá a pauta de prioridade no Estado. “Chega desse Estado que beneficia apenas um pequeno grupo de privilegiados. Vamos inverter a pauta do Governo, rever as isenções fiscais, dobrar o piso salarial dos professores e desbloquear a carreira. Vamos governar junto com os catarinenses e para os catarinenses”, destacou.

No litoral

Ontem Décio Lima (PT) candidato a governador, esteve no município de Rodeio, quando anunciou que pretende ter um governo municipalista. O prefeito anfitrião, Paulinho Wess, afirmou que Lima foi o deputado que mais destinou recursos para cidade. “Tenho certeza que como governador ajudará ainda mais”, afirmou. A caravana encerrou com um almoço com lideranças políticas em Balneário Piçarras. Estiveram presente os candidatos ao Senado, Ideli Salvatti e Lédio Rosa, além dos candidatos a deputado federal e estadual da região do Médio Vale do Itajaí.

Gravação

O domingo (26) dos candidatos do PSL de Santa Catarina, na Grande Florianópolis, foi marcado por um grande encontro, destinado às gravações com os 19 candidatos à Câmara Federal e 41 à Assembleia Legislativa, contando com a participação do postulante ao Senado, Lucas Esmeraldino, o candidato ao governo, comandante Moisés e, sua vice, Daniela Reinehr. Além do material para a TV, também foram produzidos os conteúdos para as redes sociais. “Foi um dia emocionante. Hoje o PSL dá mais um grande passo rumo à mudança. Nosso exército está pronto e agora munido com ‘armas’ para buscar a construção de um Brasil diferente e um Estado melhor”, afirmou Esmeraldino.

Colatto abraçou

O roteiro da coligação “SC Quer Mais” pelo Meio-Oeste, serviu para mostrar que o deputado federal Valdir Colatto (MDB), está apoiando a eleição de Jorginho Mello (PR) e de Paulo Bauer (PSDB) ao Senado Federal, além é claro, de Mauro Mariani (MDB) ao Governo do Estado. Colatto acompanhou todas as visitas que começou em Campos Novos na sexta-feira à noite até o lançamento da candidatura de Mello em sua casa, em Joaçaba, no sábado. Na pré-campanha, Colatto colocou o nome à disposição do MDB para concorrer ao Senado.

Vieira lança

O deputado estadual Marcos Vieira (PSDB), lançou sua candidatura à reeleição em um evento no sábado (25) em Maravilha, município que se tornou o seu reduto eleitoral. De acordo com a organização do evento, mais de 400 lideranças de todo o Extremo Oeste participaram. “A região produz muito e tem as maiores concentrações de produtividade no campo com relação ao tamanho, e precisa ser mais valorizada”, disse Vieira.

Segurança

As polícias civil e militar receberam, do governador Eduardo Pinho Moreira (MDB), o primeiro lote com 129 novas viaturas, de um pacote de 296 carros que serão entregues até o fim do ano e totalizam um investimento de R$ 20 milhões. Para a Polícia Civil estes modelos mais potentes são inéditos na instituição e trarão mais agilidade nos trabalhos de investigação, permitindo o transporte de mais policiais e equipamentos. Já para a Militar, segundo o governo, ajudarão a diminuir o tempo de resposta nas ocorrências, trazendo segurança para as equipes e conforto para os policiais.

Republicano se declara

Uma das maiores lideranças do Partido da República de Chapecó, o secretário de Desenvolvimento Econômica Márcio Sander, que é vereador licenciado, anunciou em seu perfil no Facebook, que apoiará a candidatura de Gelson Merisio (PSD) ao Governo do Estado. Na publicação Sander lembra que não é candidato, mas que tem a convicção de que está na hora de eleger um governador nascido no Oeste. “Como dizia o meu falecido pai. A pior decisão é a que não se toma. Sempre em frente”, escreveu encerrando o texto. Vale lembrar que o PR está coligado com Mauro Mariani (MDB), tendo em Jorginho Mello (PR) um de seus candidatos ao Senado.

Falecimento

Será sepultado hoje em Xaxim, Ulderico Rebelatto. Ele foi presidente do MDB xaxinense, além de ter sido vereador por dois mandatos. Ulderico também foi um dos principais mentores da emancipação de Xavantina, onde presidiu o PDC. O filho de Ulderico, o empresário Antonio Rebelatto que é filiado ao DEM, chegou a ser cotado para ser candidato a vice-governador na eleição deste ano.

ATENÇÃO!! As atividades eleitorais dos candidatos à majoritária, são divulgadas conforme são repassadas as informações pelas coligações.

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest