Presidenciável em Criciúma

Sem problemas de deslocamento porque chegou com seu jatinho particular ao aeroporto de Criciúma, o empresário Flávio Rocha (PRB), dono do grupo Riachuelo visitou a principal cidade do Sul do Estado nesta terça-feira (22). No meio da tarde concedeu entrevista anunciando a proposta que levará ao eleitorado através da propaganda eleitoral no rádio e na televisão. Foca na geração de emprego e no fortalecimento da “Família”. Com discurso naturalmente focado na meritocracia,  empresário que escolheu o caminho da política depois de construir um patrimônio que hoje é um dos maiores geradores de emprego do país, tem um discurso de gestão.

Chamou atenção seu discurso que fala de um Estado menos influente no setor econômico, mas ataca o que classifica de minoria “burguesa” que apossou-se deste Estado. Em meio a uma greve em virtude do preço dos combustíveis ele reforçou as suas teses indicando como alternativa a abertura do mercado de abastecimento deste insumo. “É muito fácil resolver o problema da Petrobrás, como está hoje. É só aumentar o preço do combustível. Não é assim”, disse.

Sobre a estrategia eleitoral ele falou que  brasileiro está entre candidatos de extrema, direita ou esquerda, mas que prefere um caminho alternativo, leia-se: um candidato de centro.

No meio da tarde Rocha alterou a agenda e fez uma visita à prefeitura, onde o prefeito Clésio Salvaro (PSDB) improvisou uma platéia de servidores para ouvi-lo. A noite o presidenciável fez palestra aberta ao público.

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest