Pinho Moreira espera definição de Colombo, Décio Lima animado com as pesquisas, Novo oficializará diretório entre outros destaques

Pelo menos por hora, o setor empresarial não se manifestará sobre a divisão entre João Rodrigues (PSD) e Gelson Merisio (PSD). Entre alguns empresários, há muita cautela ao observar o cenário e, tem até quem fale em jogo de cena. Mas essa não é a opinião da maioria, que se preocupa com as movimentações que podem gerar prejuízos à região. Em quase todas as conversas, é lembrada a eleição de 1994, quando dois nomes do Oeste, Milton Sander e Plínio David de Nês, o Maninho, disputaram a eleição como vice e perderam o pleito. Um recado que fizeram questão de expor é que o setor empresarial trabalhará de forma diferente em relação as outras eleições. Com contundência exigirão respostas claras às demandas da região, não expectativas e promessas sem possibilidade.

Moreira espera

Ontem em rápida conversa com o vice-governador, Eduardo Pinho Moreira (PMDB), perguntei se já foi definida a data das licenças do governador, Raimundo Colombo (PSD). Moreira se limitou a responder que acha que em dezembro eles decidirão o que será feito.

Pinho Moreira segue na expectativa.
Foto: Marcelo Lula

Novo

Amanhã no Restaurante Ataliba em Florianópolis, será inaugurado o diretório estadual do Partido Novo. A legenda seguirá sob o comando do jovem, Eduardo Rodrigo Ribeiro. O pré-candidato a presidente da República, João Amoêdo, ainda não confirmou, mas deve comparecer ao evento. Aqui do Oeste, Eduardo José Perone é pré-candidato a deputado federal, mas, o critério do Novo é diferente, por isso, ele está participando do processo seletivo da legenda.

Perone é pré-candidato

Lima animado

O deputado federal, Décio Lima (PT), está animado com as pesquisas ao Governo do Estado. Me disse que o seu partido está com musculatura, tranquilo e preparado para construir um conteúdo plural que faça a interlocução entre os setores. Com 11,6% em um dos cenários do levantamento realizado pelo Instituto Mapa, o petista afirma que entre os nomes que estavam no cenário, ele é o que menos tem defeito e provoca: “Se ter defeito é ser do PT, então eu não tenho defeito”, afirmou. Em relação a rejeição, já que apresentou o maior índice com 32,6%, Lima diz que não leva em consideração e, atribui aos eleitores do PSDB e aos setores da direita, que não votam na esquerda.

Décio está animado com as pesquisas

Nomes do Oeste

Em relação aos espaços para Pedro Uczai, Luciane Carminatti e Claudio Vignatti, o presidente estadual do PT, deputado Décio Lima, afirma que tem a confiança das lideranças e, que tudo será decidido com a maior tranquilidade. Para Lima, todos tem que ser candidato, mas, ao destacar que há espaço para a majoritária e a deputado, também incluiu a coordenação de campanha, o que, de fato, tirará o nome que aceitar a incumbência do cenário. “O nosso relacionamento é fraterno, muito diferente com o que acontece no PSD com o João e o Merisio”, cutucou.

Municípios

A Federação Catarinense de Municípios (FECAM) calculou quanto cada município catarinense, deve receber do Aporte Financeiro aos Municípios (AFM), que soma R$ 2 bilhões para todo país. Cerca de R$ 78 milhões devem ser repassados pelo Governo Federal para as 295 administrações municipais de Santa Catarina, de acordo com o FPM. O repasse foi anunciado durante audiência do presidente da República, Michel Temer (PMDB), com líderes do movimento municipalista. A data em que o valor será depositado nas contas será oficializada por uma medida provisória. De acordo com Temer, o repasse será creditado ainda no mês de dezembro.

Chape

Para homenagear as vítimas da tragédia aérea da Chapecoense, a Assembleia Legislativa, por uma proposição do deputado estadual, Altair Silva (Progressistas), vai realizar uma sessão solene hoje às 19h30, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nês. A solenidade em homenagem aos “Eternos Heróis “In memoriam”, acontece dentro da programação do Mercosul Cidadão, que iniciou ontem. Durante o evento está prevista a entrega de uma placa em homenagem às vítimas e às suas famílias. Estarão presente na solenidade, jogadores, familiares, amigos, torcedores, lideranças políticas e a comunidade em geral.

Arma no campo

A CCJ do Senado aprovou ontem um projeto de lei de autoria do senador, Wilder Morais (Progressistas), que altera o Estatuto do Desarmamento e autoriza a compra de armas de fogo por moradores de áreas rurais. Caso não seja apresentado recurso para votação pelo plenário, vai direto para a Câmara dos Deputados, antes de ser remetido para sanção presidencial. A importante iniciativa se aprovada, dará mais tranquilidade às famílias no campo.

Marcelino

No dia 28 de novembro, data em que marca os seis anos da morte do ex-vereador, Marcelino Chiarello (PT), o deputado federal, Pedro Uczai (PT), esteve em Brasília na Procuradoria Geral da República, para fazer a entrega de 1.600 cartas para a procuradora geral, Raquel Dodge. Uczai solicita o deslocamento de competência do processo investigatório, ou seja, a federalização das investigações sobre a morte de Marcelino. Com a medida o parlamentar espera a retomada das investigações.

Fatma

O projeto de lei que transforma a Fundação do Meio Ambiente (Fatma), em Instituto do Meio Ambiente (IMA) foi aprovado pela Comissão de Finanças ontem. Os deputados também aprovaram o projeto de lei que transfere a gestão do Fundo de Apoio aos Hospitais Filantrópicos, Hemosc e Cepon, da Secretaria de Recursos Desvinculados para a Secretaria de Saúde.

Casan

Hoje a ADR de Chapecó recebe o Dia de Ação de Governo, com a presença do presidente da Casan, Valter Gallina. As 10h30 serão apresentados os investimentos recentes da Casan na região e assinatura de renovação de convênio do Consórcio Intermunicipal de Gerenciamento Ambiental (Iberê). A tarde Gallina será recebido pelo Centro Empresarial de Chapecó (CEC).

Refrigerantes

A Comissão de Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa abriu espaço ontem, para o debate sobre a política fiscal do Estado voltada à indústria de refrigerantes. Representantes de entidades ligadas ao setor, reclamaram da desigualdade na concessão de incentivos fiscais para gigantes da indústria e pequenas empresas estaduais.

Destaque

“Mais uma conquista para o agronegócio catarinense. O Departamento de Agricultura do Governo das Filipinas emitiu esta semana um memorando reabrindo o mercado do país para a carne de frangos, de suínos e de bovinos do Brasil. A notícia tem impacto direto em Santa Catarina, já que o estado é o maior fornecedor brasileiro de carne suína e de frango para o país asiático.”

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest