Pinho Moreira e Mariani serão pressionados a um acordo, Edinho Bez é convocado para a vaga de JR, o evento para dar musculatura a Merisio entre outros destaques

O pré-candidato a governador, deputado Esperidião Amin (Progressistas), virou a noiva da vez. Com um noivado acertado com o PSD, o progressista que lidera todas as pesquisas na corrida à Casa D’Agronômica, tem recebido inúmeras sondagens do PSDB, inclusive em encontro com o ex-senador Jorge Bornhausen, padrinho de Paulo Bauer (PSDB), e que contou com a presença do ex-governador Raimundo Colombo (PSD).

Para apimentar ainda mais essa situação, teve a declaração do vereador de Joinville, Ninfo König (PSB), de que aceitará o convite caso seja chamado para ser o vice de Gelson Merisio (PSD), situação que gerou uma forte reação de Amin. Merisio buscou esclarecer, garantiu que não tem nada decidido, nem mesmo quem será o cabeça e o vice, apaziguando a situação. De sobra, ganhará uma mensagem via vídeo de Amin, que será veiculado no próximo sábado (09) quando fizer o lançamento de sua pré-candidatura ao Governo do Estado em Chapecó.

Pessoas próximas a Merisio chegaram a culpar o PSDB, ao afirmar que lideranças tucanas estariam provocando Amin, o tentando colocar contra os pessedistas, como uma forma de atrai-lo para uma aliança. Se isso realmente ocorreu, ninguém poderá confirmar, mas, em uma conversa ontem a tarde, uma liderança tucana fez a seguinte provocação: O Esperidião tem que descer do muro. Se quer o Merisio, então não diga que também quer o Bauer. E ele tem que dizer se é candidato. Como pode querer o apoio do PSDB sem dizer que é candidato?”, questionou de forma a provocar o progressista.

Merisio que segue trabalhando para construir, sabe que tem um ex-governador ao seu lado com musculatura para enfrentar um eleição. Mas, se passar pela prova de fogo no sábado em seu evento, em que pretende receber cerca de 10 mil pessoas, se fortalece e sai do Oeste com o argumento de que tem apelo, situação que o credenciará a estar na majoritária. A partir disso, tudo ficará para as conversas finais entre ele e Amin, que definirão as posições numa aliança que conta com a bênção do presidente estadual do Progressistas, deputado Silvio Dreveck, e de lideranças do partido, a exemplo dos deputados Valmir Comin, José Milton Scheffer e até mesmo do suplente Altair Silva, que trabalha em prol do casamento caminhando por todo o Oeste.

Definições no MDB

A executiva estadual do MDB está sendo convocada para uma reunião na próxima segunda-feira (11), na sede do partido em Florianópolis. A pauta é o encaminhamento das candidaturas ao Governo do Estado, e também à proporcional. Lideranças querem a definição de critérios e uma data para a escolha dos nomes antes da convenção, pois, há uma preocupação que se o partido levar a escolha para uma disputa final, poderá perder possíveis aliados que não aceitarão esperar uma definição do nome emedebista. Uma novidade nas conversas para a formação de composição, é que o MDB para atrair o PSDB, poderá até mesmo abrir mão de ter candidato ao Senado, indicando apenas o nome que disputará ao Governo do Estado.

Sem recuo

Lideranças e deputados emedebistas não escondem a preocupação nos bastidores, com a posição do governador Eduardo Pinho Moreira e do deputado federal Mauro Mariani, que estão irredutíveis quanto a abrir mão da candidatura a governador. O temor é que alguns partidos não esperem e se aliem a outras legendas. Parece que a pressão será grande para que Pinho Moreira e Mariani entrem logo num acordo.

Pinho Moreira e Mariani serão pressionados a entrar num acordo.

Sobre a preocupação

O deputado federal Esperidião Amin (Progressistas), me disse ontem que a sua fisionomia mais fechada na reunião do Fórum Parlamentar Catarinense, é o retrato da preocupação com a situação provocada pela greve dos caminhoneiros. “Estou preocupado com o desfecho disso tudo. Tem que consertar e reduzir os danos”, afirmou. Ainda durante a reunião, ao ouvir um relato de lideranças da FCDL que criticaram algumas CDLs pelo estado que apoiaram a greve que gerou um grande impacto também ao comércio. Amin lembrou do livro: “O efeito Lúcifer”. A publicação de Philip Zimbardo, mentor de um famoso experimento em Stanford, na qual um grupo de estudantes universitários voluntários foi dividido aleatoriamente em guardas e prisioneiros num ambiente de prisão simulado. Em suma, é uma pesquisa interessante sobre o lado obscuro das pessoas que pode emergir a partir de determinadas circunstâncias sociais.

Defesa de Dalírio

O presidente estadual do PSDB, deputado Marcos Vieira, saiu em defesa do senador Dalírio Beber. Para o líder tucano, a imprensa foi injusta com Beber, por colocá-lo no mesmo nível dos investigados em supostas irregularidades no Ministério do Trabalho. Vieira destaca que o partido seguirá fazendo a defesa total do senador, assim como, da pré-candidatura de Paulo Bauer ao Governo do Estado, mesmo que isso leve a legenda a disputar com chapa pura.

Ranking das emendas

O deputado federal Marco Tebaldi (PSDB), comemorou a liderança do envio de emendas parlamentares para os municípios catarinenses. Ao todo, já foram R$ 27,5 milhões. Em segundo Celso Maldaner (MDB) que direcionou R$ 27,2 milhões, seguido de João Rodrigues (PSD) com R$ 26 milhões. O que chama a atenção é que mesmo preso há quatro meses, Rodrigues se mantém como o terceiro no “ranking” dos maiores destinadores de emendas.

Tebaldi lidera em valores de emendas.

Pressão

Segundo uma fonte, há semanas o suplente de deputado federal Edinho Bez (MDB), tem pressionado a mesa diretora da Câmara Federal para que feche o escritório do deputado João Rodrigues (PSD), e que o autorize a assumir o mandato. Rodrigues segue cumprindo pena em Brasília, e a partir de sexta-feira (08) até o dia 14 será julgado eletronicamente o seu pedido de habeas corpus. Ontem a tarde, a Mesa Diretoria da Câmara determinou a perda de salário de Rodrigues, da cota parlamentar e do apartamento funcional, e mandou convocar Bez. Acontece que na próxima sexta-feira completam 120 dias de prisão, o que segundo o Regimento Interno obriga a retirada dos benefícios e a convocação do suplente.

Bez assumirá na próxima semana.

Almoço do MDB

O tradicional almoço das terças, da bancada emedebista na Assembleia Legislativa, foi em clima de festa, devido a presença do presidente do parlamento, deputado Aldo Schneider (MDB), que retornou às atividades após um período de internação. Participaram os secretários de Estado da Administração Milton Martini, da Infraestrutura Paulo França, e o presidente do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), Alexandre Waltrick Rates. Os deputados cobraram de França, mais investimentos para a manutenção das rodovias. Em resposta, o secretário disse que já está programado, porém, o orçamento ficou muito comprometido com o fim do repasse da Cide, imposto que incide no combustível, e que alimentava o programa de melhorias nas rodovias estaduais. “Precisamos de um programa constante”, pediu um parlamentar.

Schneider retomou as atividades na Alesc.Pavan

Internado há 22 dias, o deputado estadual Leonel Pavan (PSDB), permanece na UTI do Hospital da Unimed em Balneário Camboriú, em decorrência de um AVC hemorrágico, com quadro estável, em fase de reabilitação. Pavan já apresenta melhora no estado de consciência, responde bem aos estímulos médicos e já iniciou o programa de fisioterapia. Ainda não há previsão de alta hospitalar. Os familiares estão otimistas com a recuperação do parlamentar e pediram aos assessores que agradecessem em público, as inúmeras mensagens de força e apoio que eles tem recebido.

Almoço pessedista

Já o encontro para o almoço de ontem da bancada do PSD na Assembleia Legislativa, serviu para as últimas discussões a respeito do lançamento do deputado estadual Gelson Merisio, como pré-candidato ao Governo do Estado, sábado (09) em Chapecó. O ex-conselheiro do Tribunal de Contas Júlio Garcia, e o deputado estadual Ricardo Guidi, não participarão do ato, por não concordarem com o projeto de Merisio. No caso de Garcia, nem nos almoços da bancada ele tem participado mais. Por outro lado, os demais parlamentares garantiram a presença. Segundo Milton Hobus, deputados do Progressistas confirmaram a presença em massa. “Estamos todos unidos, e tudo conspirado a favor do Merisio. Além dele, o Esperidião Amin será muito importante para o nosso projeto”, disse Hobus.

Alckmin em SC

Na próxima terça-feira (12) o pré-candidato a presidente da República Geraldo Alckmin (PSDB), chega a Joinville de manhã. Ele visitará os Bombeiros Voluntários, e se reunirá com empresários na Associação Comercial e Industrial. Na sequência almoçará com lideranças tucanas das regiões Norte e Nordeste do estado. Logo após, Alckmin embarca para Chapecó, devendo chegar na capital do Oeste por volta das 15h. Ele concederá uma entrevista coletiva em local a ser informado, e terá duas reuniões, sendo uma com a classe empresarial. Ainda não está confirmado se ele dorme em Chapecó, ou se vai para Florianópolis onde no dia seguinte, palestrará no evento dos prefeitos organizado pela Fecam. O líder tucano também visitará a Associação Catarinense de Tecnologia e almoçará no Lide, evento realizado pela Fiesc.

Vieira no Oeste

Hoje o presidente estadual do PSDB, deputado Marcos Vieira, deverá desembarcar em Chapecó, para acertar os últimos detalhes da agenda do pré-candidato a presidente da República, Geraldo Alckmin (PSDB). Estão agendadas reuniões com lideranças empresariais e do PSDB.

Sem abalos

Segundo uma fonte da Fecomércio, a parceria entre a indústria e o comércio, ou seja, entre a entidade e a Fiesc, continua sendo a mesma. As duas federações tiveram posições antagônicas na discussão do ICMS, o que a fonte considerou normal, que cada uma atenda aos interesses de seus federados. “Segue em rusgas, inclusive, a Fecomércio e a Fiesc propõem uma alternativa ao Governo do Estado, desde que não onere o consumidor”, relatou, destacando que o governo precisa lidar sobre o assunto com total isonomia.

Só cresce

O Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso de Chapecó recebeu por volta das 18h de ontem, a primeira aeronave, um Boeing 737 800, com 177 passageiros da companhia área Gol com origem de São Paulo. Essa é a maior aeronave da empresa e também o primeiro avião com maior capacidade de passageiros a pousar na capital do Oeste. Até então, apenas aeronave com no máximo 138 pessoas havia pousado no aeródromo. Os investimentos que tem sido realizados em Chapecó, alçaram o aeroporto a uma condição realmente diferenciada.

Ampliação

Essa elevação de categoria do aeroporto de Chapecó, possibilita além do uso de aeronaves maiores por parte das empresas que operam no aeródromo, como também a ampliação das rotas e voos, e deverá atrair novas companhias para Chapecó. Com três empresas operando, e cerca de 45 voos comerciais semanais, o aeroporto atende a um raio de 300 municípios do Oeste de Santa Catarina, Sudoeste do Paraná e Noroeste do Rio Grande do Sul, compreendendo uma população de dois milhões de habitantes. Aproximadamente 40 mil pessoas utilizam o aeródromo mensalmente, entre embarques e desembarques.

Desembarcou

Em Rio Negrinho, no Norte Catarinense, PSB e Progressistas encerraram a aliança que levaram Julio Ronconi e seu vice, Roberto Albuquerque, ao comando do município. Segundo uma fonte, o principal motivo de uma relação que há tempos vinha se desgastando, foi a sede por cargos imposta pelo vice progressista. Enquanto Beto Albuquerque colocava Julio contra a parede pedindo por mais nomeações, o prefeito insistia em reduzir o custo da máquina pública. Agora com o desembarque do Progressistas do governo, Ronconi prepara uma reforma administrativa para já extinguir duas secretarias e demais cargos de menor escalão, colocando em prática o que defendeu durante a sua campanha. Já o vice-prefeito, Beto, saiu atirando para todos os lados. Desconectado com a realidade vivida pelo município, tenta agora aglutinar seu grupo. Está a procura de cargos para alocar os correligionários desembarcados.

Desagradou

Em uma conversa entre lideranças emedebistas de Chapecó, eu soube que a nomeação de Adelcir Luiz de Santi, fato que adiantei em primeira mão na semana passada, para o cargo de gerente regional da Celesc no Oeste, pegou algumas lideranças de surpresa, pois o MDB de Chapecó havia escolhido Clóbis Cassaro para assumir o comando. A conversa sobrou até para o deputado federal Valdir Colatto (MDB), que foi colocado como o pivô da nomeação de Santi, como forma de obter apoio na região de Coronel Freitas.

Dalírio é relator

O senador Dalirio Beber (PSDB) foi confirmado ontem, o relator do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019 (LDO 2019). A proposta define parâmetros e metas para elaboração do Orçamento do ano que vem. O relatório preliminar será apresentado à Comissão Mista de Orçamento hoje, após o término da audiência pública programada para às 14h, com o ministro do Planejamento, Esteves Pedro Colnago Jr. A CMO tem até o dia 17 de julho para aprovar a LDO.

Vídeos do PSL

No sábado passado o PSL de Santa Catarina deu a largada para uma ação digital nas redes sociais. Dois vídeos, destacando a atuação do presidente da legenda no estado e pré-candidato ao Senado pelo partido de Jair Bolsonaro, Lucas Esmeraldino, foram publicados. Um com conteúdo mais específico para a região Oeste e outro para o Meio-Oeste, destacando algumas agendas de trabalho de Esmeraldino nas duas regiões. As publicações geraram segundo o partido, um engajamento de 100 mil pessoas, considerando-se o número de internautas alcançados até o meio-dia de segunda-feira (04). No total, foram mais de 86 mil visualizações, mais de 2,1 mil curtidas e quase 800 compartilhamentos. A atuação no meio digital é estratégica e um dos destaques do trabalho do PSL catarinense.

Incentivo

A deputada federal Geovania de Sá (PSDB) foi relatora do Projeto de Lei  de autoria do deputado Luiz Carlos Hauly que propunha beneficiar médicos e odontólogos que trabalham nos serviços do Sistema Único de Saúde, em municípios com até 20 mil habitantes. No entanto, a deputada apresentou substitutivo que estende o benefício a todos os profissionais da área da saúde, como enfermeiros, farmacêuticos, nutricionistas e fisioterapeutas, por exemplo. A ideia foi bem recebida pelos membros da Comissão de Seguridade que a aceitaram por unanimidade.
Caso aprovado, o incentivo será a dedução de 90% do valor devido a título de imposto de renda da pessoa física retido na fonte.

MP da Saúde

O ex-secretário de Estado do Planejamento, Murilo Flores, fez uma crítica a alguns deputados estaduais. Em nota enviada ele disse: “Independentemente da posição em relação ao tema, a sociedade tem que ficar atenta sobre a importância do poder legislativo em relação a vida de cada um de nós. Muito grave a votação na Assembleia Legislativa de SC, que soma o fundo de hospitais filantrópicos para atingir mínimo obrigatório de investimento da saúde. Havia um pouco mais da metade dos deputados presentes para um assunto de imensa importância. O cidadão precisa ficar atento a isso. O poder legislativo é muito importante para definir as regras da sociedade apresentadas pelas leis e não pode tomar decisões desse porte com uma ausência tão expressiva. Cobre do seu deputado porque ele não foi se posicionar” – Murilo Flores

Missão a Itália

A Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE), participa de uma missão internacional em Bologna, região Norte da Itália, até a sexta-feira (08). Integrando o Joint Lab on Big Data for Industry 4.0 — uma rede de grupos de P&D e de empresas com interesses em tecnologias nas áreas de big data, inteligência artificial e internet das coisas, a delegação catarinense visita a região Emilia-Romagna com o objetivo de trocar conhecimento entre os países. “Queremos apresentar o ecossistema de tecnologia e inovação catarinense, criar novos contatos, melhorar as relações existentes, além de atrair investimentos para o setor em Santa Catarina”, afirma Diego Brites Ramos, diretor da Vertical de Conectividade & Cloud da ACATE. A associação fará uma apresentação a um grupo de empresários e pesquisadores italianos.

Mais um suplente

O suplente de vereador Elias Fernando Martins dos Santos (PCdoB), conhecido como Nando Som, tomou posse ontem durante sessão ordinária na Câmara de Chapecó. Nando assumiu cadeira legislativa no lugar do vereador Cleiton Fossá (MDB), que se licenciou do cargo até o dia 30.

“Me ouça de segunda a sexta as 13h15 na Super Condá AM 610”

“Também me leia no jornal Sul Brasil”

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest