O eco das margens da BR

O melhor recado desta greve dos caminhoneiros é que a população não tem mais tolerância com seus governantes, seja de qual partido for. Vivemos o início de uma nova era. Algo sem precedentes, por isso sem parâmetro para nos sugerir onde e como tudo isso vai acabar. A demonstração paroquiana disso foi a forma com que o suplente de deputado Manoel Mota (PMDB) foi “enxotado”, ontem, de um destes protestos ao longo da BR-101. Logo ele que é ex-motorista e que passou anos organizando movimentos da categoria. Histórico que sucumbiu ante à imagem que os políticos têm hoje. O povo sempre soube que o político só tem medo do povo. O que o povo nunca fez foi impor este medo ao político. Agora está fazendo isso, embora pareça que nem todos os políticos estão entendendo.

Imprevisível
Quando um dia telefonei a um amigo informando que o juiz Sérgio Moro mandara prender Lula, ele duvidou do cumprimento da sentença. No dia seguinte apostou comigo, e eu recusei, pois pensava como ele, que o petista não ficaria preso por mais de três dias. Agora, mês e meio após Lula ir para a cadeia, e como ele tucanos do naipe do ex-governador mineiro Eduardo Azeredo, a curiosidade é outra: no que vai dar essa greve dos caminhoneiros?

Evento adiado
Foi providencial a decisão da coordenação da pré-campanha a governador de Gelson Merísio em adiar para a semana que vem o ato que aconteceria amanhã em Chapecó. O anúncio da transferência de data para o dia 2, no mesmo local e horar, foi feito ontem no final da tarde. Aparentemente muda nada. A razão é a greve dos caminhoneiros.

Entrevista adiada
A entrevista coletiva que o governador Eduardo Moreira faria hoje na capital para prestar contas sobre a gestão do Estado até agora, também foi adiada. Provavelmente ocorre sexta-feira da semana que vem.

Tubarão
Inaugurada ontem em Tubarão, a Arena Multiuso não é a única obra emblemática que a gestão do prefeito Joares Ponticelli contabiliza. Só ontem o governador deixou pelo menos outros R$ 8,6 milhões para a saúde e outros R$ 9 milhões para iluminação subterrânea da nova rodovia Ivane Fretta Moreira. Tubarão é a cidade gerida por um progressista (PP) provavelmente com a melhor atenção do governo do Estado.

Sinalização
Até ontem o PSD de Criciúma mantinha para sábado o evento de filiações, apesar de concorrer com o ato de Chapecó. Isso expunha a fissura na relação de Júlio Garcia e Gelson Merísio. Ontem Merísio mudou a data ara 2 de junho. Garcia também mudou, mas desta vez para o dia 7, não mais concorrendo com Merísio e abrindo as perspectiva de estar em Chapecó. Será?

Liderança do Alemão


O prefeito Helio Cesa Alemão, como presidente da Amrec deu uma demonstração de liderança e estratégia durante a semana em Brasília. Além de levar significativo número de prefeitos organizou agenda coletiva e foi prestigiado pelos colegas. Observa-se que em suas inserções como na reunião do Fórum Parlamentar Catarinense entregou reivindicações coletivas.

Riscos ao movimento
A greve dos caminhoneiros nasceu desacreditada, mas logo ganhou a simpatia dos brasileiros. Demonstrando organização apesar da improvisação “afetou, mas não atingiu” o cidadão. Isso porque não é um movimento agressivo, embora impactante. Os caminhoneiros pararam, mas não pararam o Brasil de “supetão”. Este é o segredo. Quem planejou sabia que o motorista do automóvel, que passou nas barreiras abanando para os manifestantes, iria parar logo, pois o combustível está nos tanques parados nas rodovias ou nas refinarias. Assim, o desabastecimento vai mostrando a importância do setor. O que não é salutar é o que se segue: o oportunismo de alguns e pasmem, a bem intencionada ajuda que os manifestantes que pararam o Brasil ontem no meio da tarde decidiram dar. No ímpeto da ajuda e no impulso da indignação, ao invés de ajudar, podem tirar o foco e transformar esta bela greve, apenas num ato de indignação. Protestos como o de ontem carregam a indignação, a greve dos caminhoneiros carrega a razão.

PETROBRÁS Durante entrevista coletiva, ontem em Tubarão, o governador Eduardo Moreira criticou a política adotada pela Petrobrás. Disse: “todos sabem que quem vai pagar essa conta da Petrobrás é o cidadão, mas não precisava ser num espaço de tempo tão curto”.

XINGADO O deputado Manoel Mota não foi xingado apenas pelos manifestantes, acabou xingado pelos colegas políticos que entendem que ele não tinha nada que ter ido até lá. O fato acendeu a ira contra toda a classe dos políticos.

OFERTAS A primeira observação sobre os supermercados foi a correria da quarta-feira no final da tarde. Parecia véspera de Natal ou ano novo. Ontem a anotação foi outra: desapareceram as etiquetas com “ofertas”.

DECEPÇÃO Dos prefeitos que participaram da Marcha dos Prefeitos nesta semana em Brasília ouve-se muitas reclamações dos discursos poucos consistentes.

PRESIDENCIÁVEIS Comentário unânime entre prefeitos que ouviram os presidenciáveis no evento desta semana são de frustração em relação à fala de Jair Bolsonaro que respondeu quatro perguntas com praticamente a mesma resposta.

FRASE DO DIA
“A única forma que nós dá tranquilidade de que vai haver manutenção de equipamentos públicos como este aqui – Arena Multiuso – é entrega-lo à administração privada. Nós vamos fazer isso com o centro de eventos de Balneário Camboriú e o centro de eventos de Canasvieiras na capital. É o único jeito de melhor aproveitar estes equipamentos”.
Eduardo Moreira, governador do Estado, ontem à noite em Tubarão, por ocasião da inauguração da Arena Multiuso.

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest