Moreira queria declaração tucana “em casa”

A percepção que ficou dos últimos movimentos do governador Eduardo Moreira (MDB) na sua cidade – Criciúma – é que ele desejava arrancar uma declaração de apoio do prefeito tucano Clésio Salvaro. Tanto é que na quinta-feira o prefeito foi procurado por dois amigos comuns, os empresários Flávio Spillere e Olvacir Fontana. Eles foram a intervenção do prefeito em seu partido, a fim de incentivar uma coligação com entre o seu PSDB e o MDB de Moreira. O argumento era de que se tratava de um gesto bairrista, pois como disseram os interlocutores, “ter um governo da região é muito bom“.

Não houve a resposta desejada. Clésio Salvaro primeiro reclamou que tem meses que tenta conversar com o governador, sem sucesso. Depois disse que ele não é o indicado para tratar deste assunto e que o seu candidato a governador é o senador Paulo Bauer, que, aliás, estava na cidade para um roteiro pelo sul. Não bastasse isso, Salvaro ainda reclamou aos interlocutores que todas as obras com recursos do Estado estão paradas desde 2015.

Logo depois disso Moreira telefonou para Salvaro e ouviu apelo para que ele passasse por Criciúma antes de ir a um compromisso em Nova Veneza, sexta-feira à noite. Isso não aconteceu. Salvaro e Moreira apenas se cumprimentaram já em cima do palco da festa. Nada mais.

Neste domingo Salvaro reclamava da distância que o Governo do Estado tem da sua gestão e ao ser provocado a falar de politica eleitoral 2018 lembrou que Esperidião Amin há muito vem fazendo gestos aos tucanos. Quem é de Criciúma sabe que esta simpatia de Salvaro por Amin é tão ou mais antiga que alguma aversão a Moreira. Coisas paroquianas.

Na foto

Na formação do palanque oficial de abertura da Festa da Gastronomia em Nova Veneza no Sul do Estado o governador Eduardo Moreira ficou entre tucanos. Ao seu lado direito tinha o senador Paulo Bauer (PSDB), à sua esquerda a deputada federal Giovânia de Sá (PSDB), o vice-prefeito local Zé Spillere (PSD) e o prefeito Rogério Frigo (PSDB).

Dia “D”

Ficou no rastro por onde passou Eduardo Moreira, no Sul do Estado, aparente preocupação com o que vai acontecer a partir de hoje. A percepção é que ele vai enfrentar um time de pesos pesados que estariam se aliando a Mauro Mariani, casos do senador Dário Berger, o ex-governador Paulo Afonso e o deputado federal Valdir Colatto. Esta segunda-feira é o dia em que o MDB fará reunião para ouvir de Mauro Mariani e Eduardo Moreira, se vai ou não ser necessária realização de prévia para decidir quem é o candidato a governador.

Tucanada

O senador Paulo Bauer (PSDB) teve roteiro de três dias no Sul do Estado, como fizeram uma semana antes no Oeste do Estado. Seus encontros animam tanto quanto animam os encontros provocados por líderes de outros partidos, ou seja, apenas no ambiente interno do partido. Bauer não afrouxa o discurso de pré-candidato a governador e desconversa qualquer provocação sobre a sua condição de réu em processo de doações da Hypermarcas.

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest