Merisio percorrerá o estado, Pinho Moreira o pré-candidato, Napoleão Bernardes no Oeste entre outros destaques

Merisio fala para a imprensa do Oeste.
Foto: Luiz Debiasi

Nessa sexta-feira (23) o pré-candidato ao Governo do Estado Gelson Merisio (PSD), concedeu uma coletiva à imprensa em um hotel de Xanxerê. Ele iniciou a conversa anunciando que começará em março, a realizar uma série de visitas a todas as 21 regiões onde tem associações de municípios. Serão encontros fora do formato tradicional, que serão chamados de “Sabatinas Regionais”, com a imprensa como protagonista. O primeiro encontro será no próximo dia 1º em Xanxerê.

Ao ser questionado a respeito do governo de Eduardo Pinho Moreira (MDB), Merisio ponderou que primeiramente, o governador é Raimundo Colombo (PSD), até a data da renúncia oficial em abril. “Não existem dois governadores. A liturgia do cargo deve ser respeitada”, cutucou. Mesmo assim, o pessedista entende que ao assumir definitivamente o governo, que caberá a Pinho Moreira a montar a sua equipe no primeiro escalão, porém, criticou a primeira ação anunciada que foi a desativação de 15 Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs).

Para Merisio, o atual modelo da descentralização está falido e precisa ser substituído pela tecnologia. Entende que a economia anunciada de R$ 50 milhões por Pinho Moreira será bem-vinda aos cofres do Estado, mas questiona o motivo de não terem sido extintas todas as ADRs, o que segundo ele, renderia uma sobra de R$ 400 milhões. “Isso faz com que sobre mais dinheiro para a atividade fim, que é o serviço ao cidadão. A parte administrativa tem que ser eficiente usando a inteligência digital”, destacou.

Outro ponto abordado na coletiva foi a entrevista do emedebista a uma TV de Criciúma e, replicada pelo colega Moacir Pereira do grupo NSC. Nela, Pinho Moreira chama o pessedista de prepotente e impulsivo. Como resposta, Gelson Merisio disse que Eduardo hoje é o governador e, que tem muitos afazeres a exemplo da segurança e da saúde o aconselhando a trabalhar mais e falar menos. “Especialmente de política, ou de quem representa partidos que não é o dele. É uma posição dele, cada um faz o que deve fazer, eu vou continuar trabalhando e discutindo o tema que interessa ao cidadão. Não entendo que essa picuinha, se gosta mais ou se gosta menos, interesse ao cidadão catarinense. Interessa para o cidadão que haja uma reação forte da polícia no combate contra o crime organizado. A questão política, acredito que deva ser tratada em um nível maior e melhor”, encerrando a polêmica.

Vice

Quando questionado a respeito do nome o qual considera como o seu possível vice, o pré-candidato pessedista Gelson Merisio, falou algumas vezes no nome da ex-prefeita de Florianópolis e deputada, Ângela Amin (Progressistas). Mesmo afirmando que gostaria de tê-la como vice, reconheceu que não depende de sua vontade, pois, será uma composição que precisará da concordância dos demais partidos aliados. Outra possibilidade apontada por Merisio, é que Esperidião Amin (Progressistas) pode ser o nome que irá liderar a aliança e, que neste caso, farão uma composição para apresentar uma boa opção à sociedade.

Apaziguou

Questionei o governador em exercício Eduardo Pinho Moreira (MDB), a respeito da entrevista que ele concedeu a uma TV de Criciúma, quando falou a respeito de Gelson Merisio (PSD). Ele respondeu que Merisio é seu amigo e como os dois tem sangue italiano, que as vezes se desentendem. “Mas pessoalmente não tem nenhum problema. Saiu uma nota no Moacir Pereira, mas aquilo eu gravei há um tempo e nem era governador ainda. Então eles ficam requentando matéria para criar esse tipo de confronto. Merisio que busque o espaço dele, é legitimo, eu vou buscar o meu”, finalizou Pinho Moreira.

Pinho pré-candidato

O pré-candidato ao Governo do Estado Mauro Mariani (MDB), esteve com o governador em exercício Eduardo Pinho Moreira (MDB). Mariani queria saber se Moreira é pré-candidato ou não. Ouviu como resposta que como governador, ele (Moreira) terá mais destaque, porém, se isso o levará a ser candidato somente o tempo dirá. Pinho Moreira me disse ontem mais uma vez, que Mariani é o seu candidato. Mas lembrou que o falecido senador Luiz Henrique da Silveira, sempre falava que até as eleições vai passar um rio Amazonas inteiro e, que ainda tem muito tempo. Porém, o que se vê hoje, é um governador em exercício correndo contra o relógio para chegar a convenção emedebista viabilizado para ser o nome do partido na eleição. Por outro lado, Mariani torce para que o tempo corra, mas terá que voltar ao ritmo que imprimiu antes, para não perder a corrida próximo a linha de chegada.

Aeroporto

O governador Eduardo Pinho Moreira (MDB), acompanhado do secretário de Estado da Infraestrutura, Luiz Fernando Cardozo, o Vampiro, e do prefeito Luciano Buligon (PSB), lançou ontem em Chapecó, o edital de licitação para a construção do novo terminal de passageiros do Aeroporto Serafim Enoss Bertaso. A obra, que vai dobrar a capacidade do local, receberá investimento de R$ 10,6 milhões, sendo R$ 8,5 milhões do Governo Federal, mais R$ 2,1 milhões de contrapartida do Estado. O município vai investir R$ 500 mil na ampliação do prédio da Seção de Combate à Incêndio. A licitação deve durar de 60 a 70 dias e a previsão de conclusão da obra é de oito meses. O aeroporto não será fechado durante a ampliação.

Lideranças participaram do ato.
Foto: James Tavares/Secom

O abraço

Quando desembarcou do avião, Eduardo Pinho Moreira (MDB) viu o prefeito de Chapecó Luciano Buligon (PSB) se aproximar. Amigos de longa data, desde que Buligon era filiado ao MDB, se abraçaram e foram juntos até onde estava localizada a tenda para a realização do ato.

Buligon foi ao encontro de Pinho Moreira.
Foto: James Tavares/Secom

Sander

O lendário “Sr. Asfalto”, o ex-prefeito de Chapecó Milton Sander, esteve ontem no aeroporto Serafin Enoss Bertaso para prestigiar o ato. Foi em seu governo e com o apoio de muitas lideranças, que começou todo o processo do terminal que existe hoje. Sentado em um canto devido ao cansaço que a saúde lhe impõe, Sander recebeu o cumprimento de praticamente todas as lideranças que foram acompanhar o ato de autorização para a licitação da ampliação do aeroporto. Próximo ao ato, se aproximou o prefeito Luciano Buligon (PSB), que tem em Milton um de seus conselheiros, e o governador em exercício Eduardo Pinho Moreira (MDB), de quem o ex-prefeito ganhou um forte abraço. “Chapecó te deve muito, Milton, por tudo o que você fez”, afirmou o governador.

Milton Sander foi reverenciado pelas autoridades.
Foto: Marcelo Lula

Napoleão

Entusiasmo! É a palavra que define o prefeito de Blumenau Napoleão Bernardes (PSDB), que cumpre agenda no Oeste até hoje. Pai de primeira viagem, aproveitou para mexer com uma criança em um café de Chapecó, para matar um pouco a saudade da filha. Porém, nem a falta da família desanimou o jovem tucano que é cotado tanto para a disputa ao Governo do Estado, como para o Senado. Ele defende a mudança de mentalidade na administração pública, a adoção da tecnologia e a ideia de que os eventos públicos, devem gerar lucro para garantir a realização de outros eventos sem gerar despesa. Além disso, Bernardes deseja um governo técnico. Ao final da conversa, o pré-candidato a deputado federal Tomé Etges questionou: “Essa fala dele é de candidato ao Senado ou a outra coisa?”, arrancando a risada de quem estava a mesa.

Bernardes cumpriu agenda no Oeste.
Foto: Marcelo Lula

Apoio

No projeto de lideranças do PSDB de Santa Catarina, está o apoio irrestrito ao pré-candidato a presidente da República Geraldo Alckmin (PSDB), ao senador Paulo Bauer ao Governo do Estado e Napoleão Bernardes ao Senado. Vários seguimentos do partido já apoiam esses nomes, porém, sem esquecer do presidente estadual da legenda Marcos Vieira, e Leonel Pavan. Até mesmo a JPSDB, presidida no estado por João Paulo Taumaturgo, também confirmou o apoio a Bauer e Bernardes. Os tucanos não abrem mão de ter a cabeça de chapa, mesmo que seja com chapa pura.

João Rodrigues

Conversei com uma servidora do departamento da Polícia Federal em Porto Alegre, que será o responsável pela transferência do deputado federal João Rodrigues (PSD) para Brasília. A informação é que a ida do parlamentar para a capital federal deve acontecer por volta de quarta-feira, quando completará uma semana da autorização. Eles ainda aguardam a determinação do TRF4, e os trâmites para a compra das passagens e a definição dos dois policiais que acompanharão o deputado.

Amin provoca

Baseado numa pesquisa divulgada na semana passada, em que aponta o deputado federal Esperidião Amin (Progressistas) na liderança pela corrida ao Governo do Estado, o seu filho, deputado estadual João Amin (Progressistas), fez uma provocação em uma rede social. Ele escreveu: “Se você fosse Esperidião Amin, com base nessa pesquisa você seria candidato?”.

Anulado

Foi anulado pelo governador em exercício Eduardo Pinho Moreira (MDB), o ato de nomeação de Alex Santore para o cargo de desembargador do Tribunal de Justiça, atendendo a uma decisão do judiciário. Uma nova lista deve ser formada, para que o governador escolha o novo indicado.

Novo secretário

Em sua passagem por Xanxerê, o governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) anunciou Adenilso Biasus como o novo secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável. Moreira destacou que Biasus é um jovem advogado, com vasta formação jurídica, com experiência em administração pública e visão empresarial, além de ser amigo e um homem de sua absoluta confiança. O novo secretário disse que vai dar continuidade às ações e programas desenvolvidos pela SDS, buscando sempre eficiência e resolutividade.

Biasus assumirá na metade de março.
Foto: Simone Sartore

Vampiro

O secretário de Estado da Infraestrutura Luiz Fernando Cardozo, o Vampiro, promete dar o sangue nessa campanha para tentar a reeleição ao cargo de deputado estadual, que reassumirá no final de março. Como uma das lideranças que mais tem conquistado musculatura no Sul do estado, o seu nome tem sido constantemente lembrado para a eleição à Prefeitura de Criciúma. Porém, ontem ao questioná-lo, ouvi de Vampiro que não pensa em participar da disputa municipal. Perguntei se o nome emedebista será o da nova secretária do Desenvolvimento Social Trabalho e Habitação, Romanna Remor. De acordo com o secretário, se trata de um bom nome e que terá o seu apoio.

Destaque

O presidenciável Ciro Gomes (PDT), volta ao Oeste na próxima quarta-feira (28), para cumprir uma agenda em Xanxerê. Ele desembarca no aeroporto Serafin Enoss Bertaso as 12h40 chegando no voo da Avianca, e as 15h inicia os encontros na terra do milho. Ele se reunirá com empresários da Associação Comercial e Industrial de Xanxerê e, as 16h30 no mesmo local concederá uma entrevista coletiva. As 17h30 está marcada uma reunião interna do PDT na AABB, e as 19h uma palestra na Unoesc de Xanxerê. As 20h45 haverá um evento de filiação partidária na AABB, quando Gomes jantará com os participantes.

“Me ouça de segunda a sexta as 13h15 na Super Condá AM 610”

 

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest