Mariani não abrirá mão de disputar o governo, presidenciáveis pedem apoio a Merisio, Amin prevê eleição de deputados entre outros destaques

Mariani não abrirá mão da candidatura.

O deputado federal Mauro Mariani (MDB), passou o Dia das Mães ao lado da esposa Cynthia Camargo Mariani, e das filhas trigêmeas Rafaela, Manuela e Beatriz. Enquanto falava comigo, uma das crianças o chamou para brincar. “Só um pouco, eu já vou, tá?”, disse o pré-candidato ao Governo do Estado à filha.

Continuando, a eleição era o assunto da nossa conversa. Eu queria saber como estão as articulações internas na base emedebista. Mariani me respondeu que segue trabalhando e que se precisar, irá para a convenção. Sempre muito direto, ele disse que o botaram na condição de pré-candidato para escalpelá-lo mais a frente. Sabendo disso, relatou que se fez de bobo, mas que agora, os que o defendiam como candidato, terão que manter o discurso, pois ele manterá a condição. “Aí o briguento não serei eu, será quem quiser me enfrentar. Eu trabalhei muito, sei da minha potencialidade e serei o candidato do MDB”, afirmou Mariani, que não está disposto a abrir mão da majoritária para o governador Eduardo Pinho Moreira.

Quando questionado se há alguma vantagem para o atual governador dentro de seu partido, já que foi anunciada a liberação de recursos entre R$ 300 e R$ 500 mil, para municípios que tem prefeito e/ou vice do MDB. Em resposta, Mariani pediu para que eu pergunte às lideranças de seu partido que devem ganhar os repasses do Estado, de quem eles receberam mais recursos. “A nossa bancada federal destinou R$ 300 milhões para os municípios. Agora, o governo está liberando R$ 50 milhões. Será que esse valor dará alguma vantagem a alguém?”, questionou o parlamentar, destacando ainda que dessa vez a aquisição de voto não vai funcionar. “O jogo está equilibrado. Se houver desequilíbrio é pró bancada federal”, afirmou.

Mauro Mariani adiantou que a escolha do candidato será por questões técnicas, não pelo que chamou de mentiras. “Na hora em que precisa ir para o enfrentamento, lá vai o Mauro enfrentar as feras. Na hora em que o campo está limpo, entram os espertinhos de ocasião. Eu quero que me digam, qual outro candidato do MDB tem as mesmas condições regionais que eu? Se chegarmos a um impasse vamos para a convenção”, afirmou.

Conversas adiantadas

O presidente estadual do MDB, deputado Mauro Mariani, disse ainda que tem conversado há anos com o PSDB, o que incluiu alguns almoços com o pré-candidato tucano, senador Paulo Bauer. Ele avalia que o PSDB insistirá em ter a sua candidatura. “Se coloca na condição do Paulo Bauer, você acha que ele vai abrir facilmente? Ele vai tentar até o último minuto, porque, ou vai agora, ou não vai mais. Talvez com o tempo, ele entenda que uma composição seria mais prudente. Mas não será de goela abaixo”, disse o emedebista. Mas Mariani afirma que uma decisão terá que ser tomada em no máximo 15 dias, pois, garante que as conversas com o Democratas de João Paulo Kleinubing, e com o PR de Jorginho Mello, já estão, segundo ele, nos finalmentes. “Vamos para o dá ou desce em breve, nos próximos dias. Quanto ao PSDB, todos os gestos foram feitos, mas não podemos ficar ad aeternum. Ou avança, ou seguiremos outro caminho”, afirmou Mariani, que deixou claro que não terá volta após uma definição. “Não poderemos voltar atrás na palavra dada”, avisou.

Fundam do MDB

Na sexta-feira adiantei que os repasses que o governador Eduardo Pinho Moreira (MDB), prometeu aos prefeitos e vices do MDB, de valores entre R$ 300 mil e R$ 500 mil, que teriam como origem o Fundo Social estão ameaçados. O primeiro motivo seria o comprometimento de R$ 96 milhões dos R$ 110 milhões do fundo, ou seja, não haveria saldo suficiente e, por outro lado, um decreto de 2011 também impediria o repasse no último ano de mandato. Em resposta, o Governo do Estado enviou a seguinte nota: “Com relação aos recursos do Fundo Social destinados aos municípios catarinenses, não existe impedimento ao repasse das despesas de caráter continuado, ou seja, de convênios já existentes. Com relação a novos repasses, eles são possíveis, desde que os novos convênios sejam assinados e a primeira parcela seja paga antes de 7 de julho e os repasses liquidados antes até 31 de dezembro. Importante esclarecer, ainda, que os repasses previstos para 2018 obedecem a uma programação prévia e boa parte deles já estava conveniada desde 2017. Um exemplo é o município de Lages, que este ano foi o primeiro a receber valores previamente conveniados. Outros 22 municípios também já foram contemplados, de seis partidos políticos diferentes. Para mais esclarecimentos: O Governo do Estado divulgou no Diário Oficial, do dia 30 de abril, o decreto com a programação financeira e o cronograma de execução mensal de desembolso do 1º e do 2º quadrimestre de 2018, com todos os repasses do Poder Executivo.

Confundiu

A nota do Governo do Estado confundiu os repasses motivados por convênios assinados no ano passado, com os que ainda serão assinados com os municípios que tem prefeito e/ou vice do MDB. Os convênios dos repasses que batizei de “Fundam do MDB”, ainda nem foram assinados, mas foram prometidos em jantares pelo governador Eduardo Pinho Moreira (MDB). O que é preciso que seja anunciado, é de que fonte sairão os cerca de R$ 50 milhões. Para ter uma ideia, os prefeitos dos municípios emedebistas de maior porte, começarão a discutir nesta semana em reuniões individuais com Pinho Moreira, os valores e a liberação dos recursos. O primeiro encontro será com o prefeito de Joinville Udo Döhler. Já uma liderança do MDB me disse que a primeira parcela ainda precisa ser paga neste ano, porém, o pagamento da maior parte poderá ficar para o próximo ano, pois tem prefeituras que demoram para licitar, o que dará tempo para a utilização do Fundo Social no próximo ano. Além disso, convênios antigos estão sendo revisados e, os que não tiverem com as obras iniciadas, terão os seus recursos realocados.

Reunião

Hoje as 11h na sede estadual do PSD, o pré-candidato ao Governo do Estado, deputado Gelson Merisio, receberá os pré-candidatos a deputado estadual pessedistas, também do PSB e algumas lideranças desses partidos e do Progressistas. Em pauta, o evento do próximo dia 26 em Chapecó, quando será lançada a pré-candidatura de Merisio, além da organização da possível chapa proporcional. Já se sabe que o Progressistas e o PSD deverão estar juntos na eleição proporcional.

Articulado

Também as 11h de hoje, o Progressistas reunirá em sua sede estadual em Florianópolis, lideranças e pré-candidatos a deputado estadual. Tem quem diga que a pauta foi alinhada entre os presidentes dos partidos, deputados Silvio Dreveck (Progressistas) e Gelson Merisio (PSD). O cenário político será um dos temas, capitaneados pelo pré-candidato a governador, deputado Esperidião Amin. “Eu vou participar para injetar no partido, nitroglicerina”, afirmou. Para Amin, o Progressistas vai mostrar um vigor que não teve em 2014. “São auspiciosas as expectativas. Tendo candidato a governador, e isso será decidido em convenção, elegeremos sete deputados estaduais e entre três ou quatro federais”, afirmou.

Lembrança

O pré-candidato a governador, senador Paulo Bauer (PSDB), lembrou dos tempos de contabilista ao visitar o museu Wogeck Kubiak, em Atalanta. Era o início do roteiro que o pré-candidato ao governo pelo PSDB, realizou no Médio e Alto Vale. O parlamentar percorreu onze municípios, gravando material para suas mídias sociais, participando de audiências em prefeituras e, principalmente, andando pelas ruas. Ouviu reivindicações e muitas cobranças dos moradores, descontentes com o atraso da duplicação da BR-470. Na primeira parte da agenda, teve consigo o ex-prefeito de Blumenau Napoleão Bernardes (PSDB). Em seguida, contou com o deputado estadual Leonel Pavan (PSDB). No fim dessa semana, o senador terá agenda semelhante em São Carlos, Palmitos, Iporã do Oeste, São João do Oeste, São Miguel do Oeste, Guaraciaba, Maravilha e Saudades e passará por Chapecó. Ele sabe que na pauta local, a duplicação das rodovias federais que cortam a região também é um dos maiores descontentamentos da população. Na imagem, ao lado do senador, está o vereador de Atalanta, Franklin Schelter (PSDB).

Pedidos de apoio

O pré-candidato ao Governo do Estado, deputado Gelson Merisio (PSD), tem recebido o pedido de apoio de pré-candidatos a presidente da República. Merisio tem dado total liberdade para quem está fechando com o PSD, para que possa trabalhar em prol de seus candidatos a presidente. Isso vale para o PDT de Ciro Gomes, Podemos de Álvaro Dias, PSL de Jair Bolsonaro, entre outros.

Casa da Cultura

Berço da história e cultura, marco de luta e representatividade, a Casa da Cultura Maria Rosa de Xanxerê, será revitalizada. O anúncio foi feito pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Adenilso Biasus, que esteve em Brasília, em busca de ações e recursos. Biasus destaca que o repasse na ordem de R$ 406 mil se deu devido ao empenho político em conjunto dos deputados Valdir Colatto e Mauro Mariani, senador Dário Berger e do Ministro de Turismo, Vinicius Lummertz, e pela importância da revitalização deste importante marco histórico para Xanxerê e Santa Catarina. A Casa da Cultura, construída em 1959, se tornou patrimônio tombado histórico e cultural em 1984, sendo importante centro fomentador de atividades culturais mas, de acordo com Biasus, se encontra interditada e em ruínas abandonadas pela falta de recursos.

Pavan na ativa

O deputado estadual Leonel Pavan, atual líder da bancada do PSDB na Alesc, incorporou –se ao roteiro da pré-candidatura ao Governo do Estado do senador Paulo Bauer. Mesmo sem ainda ter definido o cargo a disputar nas eleições deste ano, que pode passar pela majoritária até a reeleição ao parlamento estadual, Pavan deve acompanhar a partir de agora, os principais roteiros da comitiva tucana, que na sexta e sábado passou por diversos municípios do Alto Vale do Itajaí. Indefinições à parte, as lideranças regionais já encaminham suas reivindicações aos pré-candidatos durante as visitas. Caso de Rio do Sul, onde lideranças empresarias e do setor agrícola, entregaram um abaixo assinado com mais de 35 mil assinaturas solicitando novas e enérgicas ações do futuro governo estadual, para prevenir e conter as enchentes que anualmente tem castigado e causado perdas econômicas e humanas na região do Alto Vale.

Defesa

Hoje o pré-candidato ao Governo do Estado, deputado Décio Lima (PT), deverá apresentar a sua defesa, após a indisponibilidade de seus bens. A decisão da justiça faz parte das investigações de supostos atos de improbidade administrativa, na época em que Lima foi prefeito de Blumenau.

Congresso de Prefeitos

A Federação Catarinense de Municípios (Fecam), promoverá o Congresso de Prefeitos no período de 11 a 14 de junho, no Centrosul em Florianópolis. O maior encontro de gestores públicos de Santa Catarina aguarda mais de 1.500 lideranças em quatro dias de evento. Em atividade estarão prefeitos, vice-prefeitos, secretários e gerentes municipais, autoridades federais e estaduais, além de servidores públicos de diversas áreas estratégicas, participando de debates e conhecendo produtos, serviços e ações que fazem a diferença nas administrações públicas municipais. O tema deste ano será “Cidades para pessoas e soluções para municípios”, com três eixos que nortearão os debates, sendo eles: Cidades Inteligentes, Gestão Eficiente e Conversa de Prefeitos. Segundo o presidente da Fecam, Volnei Morastoni (MDB), prefeito de Itajaí, o Congresso tem novo formato, dividido por temas e com exposição de produtos e serviços tecnológicos e inovadores que levam soluções para o desenvolvimento das cidades.

Morastoni tem convidado os prefeitos de todo o estado.

Banco de Boas Práticas

O programa permanente para uso das prefeituras, será lançado oficialmente durante o Congresso de Prefeitos e apresentará o que de melhor vem sendo desenvolvido dentro das administrações municipais. Com ele será possível, também, reconhecer e incentivar os servidores que se engajam na melhoria dos serviços públicos. “São experiências bem sucedidas desenvolvidas em diversas áreas que, com apoio da Fecam e parceiros, serão incentivadas e colocadas em prática”, destaca Morastoni. As inscrições são gratuitas, limitadas, e devem ser feitas pelo site www.fecam.org.br, no hotsite do evento.

Voltando

O presidente da Câmara de Vereadores de Chapecó, Itamar Agnoletto (PSDB), aos poucos começa a retomar as atividades. Ele reassumiu o cargo na última semana. Agnoletto passou o final de semana com a família e, aproveitou para jogar uma sinuca com a mãe, a conhecida “dona Delésia Agnoletto”, que acabou vencendo a partida.

Janaína Paschoal

Uma das principais responsáveis pelo impeachment de Dilma Rousseff (PT), a advogada e professora acadêmica Janaina Paschoal, se filiou ao PSL, a convite do presidenciável Jair Bolsonaro. Ela disse que chegou a ser convidada para disputar o Governo de São Paulo, mas que declinou do convite. Porém, uma candidatura a outro cargo não está descartada.

Cuidado com a água

A CASAN pede à população catarinense que use água da forma mais racional, economizando à medida do possível. O problema está mais concentrado no Interior do Estado, pois os mananciais da Região Metropolitana da Grande Florianópolis estão em bom nível. Dados divulgados no dia 9 pela Epagri/Ciram, INMET e Agritempo, comprovam que a estiagem se expandiu em relação à última análise. Além do Meio Oeste, Planalto Norte, Alto Vale do Itajaí e um pouco do Planalto Sul, a porção sul do Litoral Sul também soma 30 dias sem chuva acima de 10 mm diários.

Emergência

De acordo este boletim hidrológico, encontram-se em situação de emergência por estiagem as estações de nível de rio de Tangará (Bacia do Rio do Peixe), José Boiteux (Bacia do Rio Itajaí-Açú), São João Batista (Bacia do Rio Tijucas), Concórdia (Bacia do Rio Jacutinga), Camboriú (Bacia do Rio Camboriú) e São Martinho (Bacia do Rio Tubarão).  E encontram-se na iminência de entrar para estado de emergência as estações de Joaçaba (Bacia do Rio do Peixe), Rio Negrinho (Bacia do Rio Negro), Itapiranga (Bacia do Rio Peperi-Guaçu) e Alfredo Wagner (Bacia do Rio Itajaí-Açu).

“Me ouça de segunda a sexta as 13h15 na Super Condá AM 610”

“Também me leia no jornal Sul Brasil”

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest