Luciano Hang se coloca à disposição para ser candidato

Oempresário Luciano Hang, presidente da Havan, concede uma coletiva à imprensa neste momento na sede de sua empresa em Brusque. Ele destacou que o seu empreendimento tem um planejamento visando os próximos 20 anos, o que, segundo o empresário, boa parte dos políticos não sabe fazer. Hang fez duras críticas a classe política e destacou que este é o ano da virada no país. “Ninguém mais quer saber do que rouba, mas faz, do bonzinho e incompetente, ou de quem fica em cima do muro”, afirmou.

Hang deixou claro que a partir de hoje ele vai se envolver com política. Lembrou que já foi filiado ao MDB devido a sua amizade com o falecido ex-senador, Luiz Henrique da Silveira, o qual chamou de o melhor governador da história de Santa Catarina. “Tenho amigos em todos os partidos e, tem gente maravilhosa em todos”, destacou, completando que buscará um partido para ser candidato, ou que, pelo menos possa se expressar.

Hang anunciou que está disponível para ser candidato a governador, ou para qualquer cargo, mas, quando questionado, respondeu que há tempo para definir. “Eu vou botar a minha cara a tapa, vou fazer a minha parte e vou arregimentar mais pessoas para trabalhar pelo país”, anunciou.

O empresário também defendeu que possam ser eleitos nomes que não dependam da política, no caso, profissionais liberais, empresários entre outros. Outro foco da crítica foi à esquerda e ao assistencialismo, criticando, por exemplo, o Bolsa Família. “Pare de pregar o assistencialismo, o comunismo, o socialismo, vamos parar de defender isso. Que país é esse?”, questionou, completando. “Se não mudarmos logo, estamos condenados a ser um país de pobres. Não de dinheiro, mas, o pior, de cabeça. As universidades e as escolas ficam pregando ideologia de esquerda. O que se prega é Karl Marx. Nós não vamos enriquecer o país se não defendermos o capitalismo e a cultura para todo mundo. A pobreza só interessa aos maus políticos”, afirmou.

Sobre o processo no qual, segundo publicações nas redes sociais, teria sido condenado, Hang respondeu que foi inocentado na ação que foi arquivada. “Quanto mais você faz, mais possibilidade de processo você tem. O importante é não ser condenado”, disse, mostrando a decisão da justiça que o inocenta.

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest