Kleinubing será lançado pré-candidato ao Governo, Merisio janta com Kassab, possível operação da PF em Santa Catarina gera apreensão no meio político, entre outros destaques

Kleinubing é pré-candidato ao Governo.

O deputado federal João Paulo Kleinubing, assina hoje a ficha no Democratas, partido que será presidido por ele aqui em Santa Catarina. Acompanhado do ainda presidente estadual da legenda Paulo Gouvêa, Kleinubing participa da convenção nacional do partido em Brasília. Na oportunidade, o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia, será lançado oficialmente como o pré-candidato à Presidência da República, enquanto que o prefeito de Salvador, ACM Neto, passará a presidir os demistas.

Além disso, será divulgado um manifesto do DEM, elencando prioridades para as áreas econômica e social, mas, tem quem diga que deverá ser ignorada a Reforma da Previdência. Também está no protocolo que Maia fechará o evento com o seu discurso. Em meio a tudo isso, Kleinubing deverá ser chamado para ocupar um espaço na executiva nacional da legenda.

Já amanhã logo cedo, o deputado acompanhado de Gouvêa embarca para Florianópolis, onde as 11h na sede do Democratas, será feito o lançamento oficial da pré-candidatura de João Paulo Kleinubing ao Governo do Estado. O ex-prefeito de Blumenau tinha pressa, por isso, há tempos tem feito as articulações e, animado com a possibilidade de estar na majoritária, não aceitou o pedido do governador em exercício Raimundo Colombo, para que permanecesse no PSD.

Uma fonte relatou que Kleinubing está de olhos voltados à situação dos pessedistas, pois, na leitura em que ele e a direção do DEM faz, é projetado um cenário em que Colombo consiga levar o PSD a manter a aliança com o MDB. Neste caso, o pré-candidato Esperidião Amin (Progressistas) se afastaria, sobrando para compor uma aliança com os demistas.

Uma liderança chegou a lembrar que neste caso, se repetiria uma dobradinha que aconteceu em 1990, quando o pai de João Paulo, Vilson Kleinubing, então do PFL, disputou a eleição ao Estado com Konder Reis (PDS) de vice, e Esperidião Amin quando o seu partido ainda se chamava PDS, ao Senado. Já o plano B é se aproximar dos emedebistas, oferecendo o vice em uma aliança.

Chamou a atenção

O ato da empresária Fabiana Rodrigues, esposa do deputado federal João Rodrigues (PSD), de se desfiliar do PSD, chamou a atenção do cenário político catarinense. Ela justificou a decisão dizendo que não é uma agente política e, que a princípio passará a ser apartidária. Porém, Fabiana espera a solução para a situação do parlamentar, pois, quer ouvir a sua orientação, para somente depois tomar uma decisão a respeito da política. “Ouviremos sempre a direção do nosso líder João”, afirmou Fabiana. Nos bastidores a conversa é que seria um primeiro passo da família Rodrigues, rumo ao Democratas, tanto, que me foi relatado por uma fonte, que o deputado federal João Paulo Kleinubing que assina hoje a ficha no DEM, visitou Rodrigues em Porto Alegre, e já teria um novo encontro agendado no Centro de Detenção Provisória em Brasília.

Fabiana aguardará a solução da situação de JR.
Foto: Marcelo Lula

Lava Jato SC

A informação que antecipei ontem no início da noite, sobre uma possível Operação da Polícia Federal, Procuradoria Geral da República e Ministério Público Federal aqui no estado, mexeu com os bastidores da política. Segundo uma fonte, entre os possíveis alvos devem estar nomes de peso da política, empresários e lideranças. Nada foi confirmado oficialmente até o momento, mas quem passou a informação garante que amanhã será uma das maiores operações já realizadas.

Merisio e Kassab

Um jantar entre o pré-candidato ao Governo do Estado Gelson Merisio (PSD), e o presidente nacional de seu partido, o ministro da Ciência e Tecnologia Gilberto Kassab, foi até de madrugada. Eles ficaram isolados, nem mesmo os assessores mais próximos puderam participar. Durante o dia eu trago os detalhes do encontro, que discutiu o projeto do PSD para o estado, e as informações divulgadas sobre uma possível intervenção da executiva nacional do partido.

Moreira é contra antecipação

O governador em exercício Eduardo Pinho Moreira (MDB), me disse que é contra que se antecipe a escolha do nome do candidato ao Governo do Estado. Ele afirmou que defenderá que a decisão somente aconteça na convenção, enquanto isso, espera que o pré-candidato Mauro Mariani se viabilize. A respeito do prefeito de Joinville Udo Dohler, Pinho Moreira entende que ele pode renunciar ao atual mandato, mas não pode pensar apenas em ser candidato a governador. “O Udo pode ir ao Senado ou a vice também. Não pode querer apenas uma possibilidade”, afirmou o governador, que garante só pensar em conduzir o Estado, muito embora, admite que se o governo for bem, que o seu nome crescerá. “Sobre candidatura, somente o tempo dirá”, destacou Moreira.

Hospitais

O governador em exercício Eduardo Pinho Moreira (MDB), está respirando mais aliviado, após o rompimento dos contratos da Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM). Agora nas mãos do Instituto Desenvolvimento, Ensino e Assistência à Saúde (Ideas), o governo considera que o Hospital de Araranguá que foi um dos mais atingidos pelo que é definido como má administração da SPDM, começa a se recuperar. “Há uma picaretagem nessas organizações sociais que não são sérias. Enquanto os diretores ganham altos salários, os dos servidores atrasam. A justiça tem que ajudar, tem que prender esses caras”, afirmou.

Agenda no Oeste

O governador em exercício Eduardo Pinho Moreira (MDB), cumprirá uma extensa agenda no Oeste. Hoje as 15h30 ele participará da inauguração de uma subestação da Celesc em Maravilha. No final da tarde Pinho Moreira vem a Chapecó onde tem um compromisso e, a noite será o palestrante na Abertura do Ano Maçônico, com a presença de maçons de toda a região.

No prazo limite

O secretário de Estado do Planejamento Murilo Flores, somente deverá deixar o Governo do Estado no prazo máximo que é 7 de abril. Pré-candidato a deputado federal pelo PSB, Flores segue atuando para deixar tudo organizado para quem assumir em seu lugar. Há uma grande possibilidade de que o Planejamento seja anexado a Fazenda que acumularia as duas pastas. O ainda secretário esteve nesta semana em Brasília, tentando abrir portas no Banco do Brasil e no BNDES, em busca de recursos para obras no estado.

Flores deixará o governo no prazo máximo.

Curioso

Ontem eu flagrei um encontro que me chamou a atenção. Almoçavam juntos em um restaurante de Chapecó os ex-presidentes da Acic, Bento Zanoni; da CDL, José Carlos Benini, e o presidente reeleito do Sicom Marcos Barbieri. Assunto das entidades, descartado. Será que o cardápio principal era a política? Em ano eleitoral, tudo é possível.

Benini, Barbieri e Zanoni geraram rumores.
Foto: Marcelo Lula

Vinda do Lula

Ontem o gabinete da liderança do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados, os parlamentares do PT catarinense, Décio Lima e Pedro Uczai, se reuniram com o vice presidente da legenda Márcio Macedo. Em pauta a vinda do ex-presidente Lula a Santa Catarina. Ele chegará ao estado no próximo dia 24 de manhã. Participará de um ato em Florianópolis de manhã, e a noite em Chapecó onde dormirá. No dia seguinte irá a Nova Erechim pela manhã e encerrará em São Miguel do Oeste a tarde.

Lima e Uczai discutiram a agenda com Márcio Macedo.
Foto: Dayane Nunes

Colombo fica

Uma fonte garante que o governador Raimundo Colombo ficará no PSD. Já há algum tempo havia a especulação sobre uma possível ida de Colombo para o Democratas. Ele não só definiu que ficará, como tentou convencer o deputado federal João Paulo Kleinubing a permanecer em seu partido. Também de acordo com a fonte, o ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Júlio Garcia, já esteve bem próximo de assinar a sua ficha no DEM, mas teria desistido resolvendo se filiar no PSD.

Condecoração

O governador licenciado Raimundo Colombo (PSD), e o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, receberam ontem no Palácio do Planalto a condecoração da Ordem Educacional do Mérito Educativo. A honraria foi entregue pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, em cerimônia que contou com a presença do presidente da República, Michel Temer (MDB). É um dos mais importantes reconhecimentos distribuídos pelo Governo Federal, em reconhecimento a personalidades nacionais e estrangeiras, que se destacaram por serviços à educação brasileira.

Merisio convida

Ontem o pré-candidato a governador Gelson Merisio (PSD), visitou o presidente da Fetaesc José Walter Dresch. Durante a conversa ele recebeu demandas da Federação para a agricultura familiar, que gera o grande volume de produção de Santa Catarina. No estado, 95% das propriedades tem menos de 50 hectares. Dresch pediu apoio para as pautas da entidade, mas, Merisio foi mais longe e incentivou a federação a lançar uma candidatura, por um dos partidos que hoje fazem parte da aliança com o PSD. O nome do próprio Dresch, natural de São Miguel do Oeste, é um dos mais cotados.

Outsider

O Partido Novo de Santa Catarina aguarda até o próximo dia 20, a resposta de um grande empresário que trabalha com o mercado internacional a exemplo dos Estados Unidos e da China. O nome está sendo guardado a sete chaves, mas ele foi convidado para ser o pré-candidato do partido ao Senado. O Novo não terá candidato ao Governo do Estado e nem a deputado estadual. Mas estuda liberar os seus filiados a apoiarem o candidato que estiver no segundo turno conforme entender melhor. A decisão de não ter um nome para governador, ficou definido após a definição de não ter candidato à Assembleia Legislativa, e pelo fato do empresário e cônsul honorário da Suíça, Luiz Gonzaga Coelho, ter declinado do convite.

Perone no cenário

O diretor executivo do Sicom Eduardo Perone, já está garantido no cenário eleitoral. Acontece que ele chegou a uma das últimas fases do processo seletivo realizado pelo Partido Novo, para definir as suas candidaturas. Perone será um dos pré-candidatos a deputado federal pelo partido.

Nova Placa

Até 31 de dezembro de 2023, toda a frota de veículos do Brasil terá que já estar usando o novo modelo de placas de identificação. Acontece que foi publicado no Diário Oficial da União, a resolução que determina o uso no país, da placa padrão do Mercosul, que já está sendo utilizada na maioria dos demais países participantes do bloco. Os carros novos terão que adotar a placa até 1º de setembro deste ano, enquanto que para os demais casos, haverá a determinação dos órgãos de trânsito estaduais.

Bolsonaro no PSL

Ontem o presidenciável Jair Bolsonaro, participou de um ato simbólico de filiação ao Partido Social Liberal (PSL). O deputado que aparece em segundo lugar nas pesquisas, quando consta o nome do ex-presidente Lula (PT), mas lidera quando o petista não está no quadro, foi recebido aos gritos de “mito”, ontem pelos filiados do novo partido. Bolsonaro defendeu em sua fala, uma agenda econômica liberal, com a privatização das estatais e redução de impostos. Além disso, ele quer um governo conservador nos costumes. Bolsonaro disse que deseja ter um Ministério da Defesa ocupado por um general e defendeu a flexibilização do Estatuto do Desarmamento.

“Me ouça de segunda a sexta as 13h15 na Super Condá AM 610”

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest