Hospital Infantil de Joinville inaugura novo setor sem a presença de Raimundo Colombo

O Hospital Infantil Jeser Amarante Faria, de Joinville, inaugura nesta segunda-feira (30/10) a unidade de UTI Neonatal sem a presença do governador do estado, Raimundo Colombo (PSD). Isto porque ele está internado no Hospital Baía Sul, na capital, com Diverticulite, uma infecção no intestino. A previsão de alta é para esta terça-feira. Na sua ausência, o secretário de Estado da Saúde, Vicente Caropreso seguirá os trabalhos. Espera-se também a presença do vice-governador Eduardo Pinho Moreira.

A unidade de Joinville, administrada por uma Organização Social, custa aos cofres públicos R$6 milhões, os quais quase sempre são repassados com atraso, mesmo a OS otimizando os recursos. Um exemplo do dinheiro bem empregado, e com agilidade, foi esta ampliação dos leitos (se 7 para 20) na UTI, além do setor de Oncologia. A qualidade do serviço prestado também chama a atenção pelas modernas instalações, mais parecendo hotel de luxo do que um hospital. Estes novos setores custarão ao estado cerca de R$500 mil a mais, isto até a nova licitação ser concluída, orçada em R$8 milhões. O atual contrato com a OS está estendido até novembro, enquanto um novo edital está aberto, uma necessidade devido ao aumento de custos com a ampliação. A Organização Nossa Senhora das Graças deverá participar do processo, mas o temor de incapacidade de pagamento, da mesma forma como acontece em outras unidades hospitalares catarinenses, é grande.

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest