Garcia critica Merisio e contesta aliança, delação poderá abalar a política catarinense, os detalhes do encontro entre Merisio e Kassab, a agenda de Lula em SC e outros destaques

Garcia quer movimentar os bastidores do PSD.

O ex-conselheiro do Tribunal de Contas e pré-candidato a deputado estadual, Júlio Garcia, se filiará oficialmente ao PSD no próximo dia 23 em Criciúma. Conforme eu já havia antecipado, ele tomou a decisão desde a semana passada, e entra no partido para provocar a discussão a respeito do projeto eleitoral.

Destacando que não tem problema pessoal com o atual presidente estadual da legenda, o pré-candidato a governador Gelson Merisio, mas não escondendo que politicamente há muitos problemas entre eles, sobretudo, devido as diferenças de pensar e agir, Garcia deixa claro quem será o seu principal alvo dentro do PSD.

Para ele, foi um erro estratégico ter em Merisio a única alternativa, pois, entende que outros nomes também poderiam ter crescido, o que na opinião do ex-conselheiro não aconteceu com o atual líder pessedista. Garcia me disse que o candidato do partido poderia ter sido o deputado federal João Rodrigues, o qual, segundo ele, foi abatido pela questão judicial. Também lembrou de João Paulo Kleinubing que foi para o DEM, o qual, segundo Garcia, por não ter encontrado espaço, e citou o deputado estadual Milton Hobus que não pôde se colocar à disposição. “O Merisio já foi testado, penso que não deveria estar no cenário, de resto, toda a bancada estadual e federal está no páreo”, afirmou.

Quando o questionei se estava disponível para a majoritária, Garcia rechaçou, dizendo que a sua decisão de disputar a proporcional já está tomada. Outro ponto muito criticado por ele, é o acordo com o Progressistas, PSB e demais partidos, o que chamou de junção. “Para compor tem que ter um projeto para o Estado, não fazer ajuntamento para disputar a eleição. O erro foi primeiro juntar para depois discutir”, criticou. Pelo cartão de visitas apresentado por Garcia, já é possível notar que as reuniões no clã pessedista devem esquentar.

Respeito ao MDB

Quando questionei o ex-conselheiro Júlio Garcia, sobre quais partidos lhe interessam para compor, ele respondeu que não tem compromisso algum com o MDB, porém, entende que é preciso haver respeito com as pessoas do partido, pedindo que se reconheça que os emedebistas ajudaram nas três eleições de Raimundo Colombo, sendo uma ao Senado, e duas a governador. “Não estou indicando essa coligação, mas, é preciso que se tenha respeito, pois, o governo vencido pelo PSD e MDB encerra apenas no final de dezembro”, afirmou Garcia. Também perguntei se ele defende a intervenção que tem sido ventilada nas últimas semanas. Júlio Garcia disse que é totalmente contra, defendendo uma discussão democrática olho no olho.

Merisio e Kassab

O pré-candidato ao Governo do Estado Gelson Merisio (PSD), esteve ontem a noite em São Paulo, na casa do ministro da Ciência e Tecnologia e presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab. Eles conversaram de forma amena, Merisio relatou o cenário estadual dizendo para Kassab que uma aliança está sendo formada com vários partidos, o que torna viável o seu projeto. Após ouvir atentamente, o ministro disse que está na hora de pacificar as conversas e alinhar o processo que está em curso, para que haja harmonia no interesse de eleger o governador, senador e deputados.

Merisio voltou animado de São Paulo.

Liberados

A possibilidade de intervenção no encontro de ontem em São Paulo, nem foi mencionada, pelo contrário. O ministro Gilberto Kassab disse que na Bahia o partido terá o seu projeto majoritário, valendo o mesmo para São Paulo onde ele será o vice na chapa de João Dória (PSDB), e garantiu que Santa Catarina receberá o mesmo tratamento, ou seja, será respeitada a definição da executiva estadual. Mas Kassab repetiu que deseja ver a pacificação, e se ofereceu para ajudar no processo.

Colombo e Merisio

No próximo dia 7 de abril em Lages, Raimundo Colombo (PSD) e Gelson Merisio (PSD) estarão lado a lado, no evento que marcará a renúncia do hoje governador licenciado, e o lançamento de seu nome como pré-candidato ao Senado. Eles combinaram durante a conversa que tiveram na Casa D’Agronômica, inclusive, deverão estar juntos quando as agendas coincidirem, já que Merisio seguirá visitando todos os municípios em que há associações municipais, enquanto que Colombo também iniciará um roteiro por todo o estado. Quanto a entrada de Júlio Garcia no partido, Merisio afirmou: “A posição do Júlio agrada ao MDB, temos que compreender, mas não precisamos aceitar. Nunca teremos unanimidade, todos os partidos tem as suas diferenças internas e isso deve ser discutido com respeito e pensando no melhor, mas, temos o nosso projeto com o apoio do governador”, disse Merisio.

Jantar

Hoje a noite o empresário e vereador de Joinville, Ninfo König (PSB), recebe em sua casa o pré-candidato ao Governo do Estado Gelson Merisio (PSD), para um jantar. König convidou um grupo de empresários para falarem sobre as suas expectativas em relação ao pleito e ao que será discutido na eleição. Deverão apresentar uma pauta a Merisio, demonstrando algumas necessidades daquela região e do estado. Vale lembrar que König, empresário de sucesso no ramo de hotelaria e no mercado financeiro, é cotado para ser o vice de Merisio, assim como, Ângela Amin (Progressistas). Apesar desse cenário, o pessedista tem deixado claro que Esperidião Amin (Progressistas) também está no páreo para a disputa.

Delação

Conforme divulguei ontem, uma fonte revelou que em delação premiada no âmbito da Operação Lava Jato, o engenheiro de uma empreiteira com escritórios em São Paulo e Santa Catarina, teria apontado nomes de partidos e políticos do estado, que teriam recebido dinheiro sem declaração. Ainda não está claro se o suposto crime seria de caixa 2, ou propina. A fonte destacou ainda, que uma legenda de grande porte e outra menor teriam sido as beneficiadas. Ontem a noite, foi revelado por outra fonte, que uma outra empresa que também teria atuação no Oeste, pode ter participado do suposto esquema, porém, o nome não foi informado e nada de oficial foi confirmado até o momento.

Agenda do Lula

Ontem ficou definida a agenda do ex-presidente Lula (PT) aqui em Santa Catarina. Ele chegará em Florianópolis no próximo dia 24, as 10h, para se reunir com os institutos federais. Após, Lula seguirá para a praça 15 de novembro onde fará um ato público, o qual, segundo o presidente estadual do PT, deputado Décio Lima, terá como pauta a democracia e a educação. Após, Lula embarca para Chapecó devendo chegar no aeroporto Serafin Enoss Bertaso por volta das 17h. As 19h ele participará de um ato na Praça Coronel Bertaso, e na sequencia jantará com lideranças petistas da região. No domingo (25) de manhã Lula vai a Nova Erechim onde as 10h, se encontrará com cooperativas da agricultura familiar, e a tarde em São Miguel do Oeste, onde participa de um ato na principal praça da cidade.

Décio e Lula se encontraram ontem em Salvador.

 

Transporte público

O prefeito de Chapecó Luciano Buligon (PSB), aguarda para esta semana o edital do transporte coletivo, para dar início as audiências públicas. O Tribunal de Contas do Estado está terminando de fazer as análises do edital de licitação e, deve já dar a autorização ao município, para que comece a realizar as reuniões.

Mariani

O pré-candidato a governador e presidente estadual do MDB, deputado Mauro Mariani, participou do tradicional almoço da bancada de seu partido na Assembleia Legislativa. Porém, não ficou por muito tempo, pois, teve que pegar o avião. Segundo um dos participantes do encontro, a situação gerou um comentário do líder do governo no parlamento, Valdir Cobalchini, para que da próxima vez Mariani fique durante todo o encontro para que vários aspectos sejam discutidos. A situação chegou a gerar um constrangimento, pois, alguns deputados queriam se manifestar e não puderam.

Moreira não gostou

Ontem em rápida conversa que tive com o governador em exercício Eduardo Pinho Moreira (MDB), o senti incomodado com a antecipação de alguns nomes que poderão entrar no governo. Ao ser questionado sobre os cargos de Chapecó, Pinho Moreira lembrou que não se trata de um governo de rompimento, portanto, Astrit Tozzo (PSD) seguirá a frente da ADR de Chapecó, até que ele entenda que deverá mudar. Portanto o empresário Sérgio Galli indicado pelo MDB no município, terá que esperar mais um tempo. O resto serve para os demais cargos.

Novos secretários

O governador em exercício Eduardo Pinho Moreira (MDB), dará posse hoje, a cinco novos secretários e ao novo chefe da Casa Militar que passarão a integrar o primeiro escalão do Governo do Estado. O ato está marcado para as 15h no Teatro Pedro Ivo. Assume a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Adenilso Biasus; a Secretaria de Estado de Agricultura e Pesca, Airton Spies; Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho e Habitação, Romanna Remor; Secretaria de Estado de Infraestrutura, Paulo França; Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania, Leandro Lima e Secretaria Executiva da Casa Militar, Antônio João de Mello Junior.

Extinção

O Diário Oficial do Estado de hoje, trará o decreto assinado pelo governador em exercício Eduardo Pinho Moreira (MDB), extinguindo 185 cargos comissionados das 15 Agências de Desenvolvimento Regional, e das quatro secretarias executivas desativadas. O governo estima uma economia na ordem dos R$ 15 milhões.

Merenda aos professores

É no mínimo lamentável que os professores e servidores das escolas públicas estaduais, não possam comer junto com os alunos os alimentos custeados pela rede pública. Nem quando sobra os profissionais podem comer. É no mínimo absurda essa situação, uma verdadeira falta de respeito e bom senso. O deputado estadual Cesar Valduga (PCdoB) deu entrada a um projeto de lei na Assembleia Legislativa, que deverá assegurar o direito à alimentação aos profissionais. Que os demais deputados apoiem a matéria.

Petróleo

O Plenário da Assembleia Legislativa aprovou ontem a Moção do deputado Silvio Dreveck (Progressistas), ao Supremo Tribunal Federal. Ele pede celeridade na análise do processo 444 de 1991, que pede revisão sobre as linhas de demarcação do IBGE, para a divisão dos royalties do petróleo, pois, quando foi feita a demarcação dos limites marítimos, o estado perdeu recursos via royalties para o Paraná e São Paulo.

Perdendo dinheiro

Um critério inexplicável do IBGE, estabeleceu que campos petrolíferos em Itajaí e São Francisco do Sul que obviamente pertencem a Santa Catarina, estariam dentro dos limites do Paraná. Cerca de R$ 300 milhões ao ano, tem deixado de entrar nos cofres do estado. Outro erro acontece em relação aos poços de petróleo de Baúna e Baúna Sul, fazendo com que os royalties que valeriam cerca de R$ 500 milhões ao ano, estejam sendo pagos somente para São Paulo, quando Santa Catarina e Paraná também deveriam receber. Engenheira do Petróleo, a ex-vereadora de União do Oeste Jayana da Silva (Progressistas), abordou essa disputa em seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Brasil e Rússia

O Estado têm uma relação de parceria com os russos que envolve áreas do agronegócio, com a exportação da carne suína e aves, e na cultura, com o Balé Bolshoi. Para gerar novas oportunidades e aprimorar futuros projetos, o governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) se reuniu com o embaixador da Rússia no Brasil, Sergei Pogossiovitch Akopov, com o presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Glauco José Côrte, e empresários, ontem em Florianópolis. A suspensão da importação da carne suína produzida no Brasil em novembro do ano passado também foi tema no encontro.

Solução

O embaixador da Rússia no Brasil, Sergei Pogossiovitch Akopov, disse que o encontro com o governador Eduardo Pinho Moreira (MDB), assim como a implantação da Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo, foi muito importante. Ele destacou que devem surgir novos horizontes e grandes possibilidades nas relações entre o Estado e a Rússia. “Hoje, as conversas e os esclarecimentos ajudaram para chegar mais perto da solução de problemas. Estou convencido que todos os problemas técnicos serão resolvidos e poderemos continuar nossos negócios e aumentar ainda mais as nossas parcerias. Vamos trabalhar e fazer o possível para que tudo se acerte”, relatou o embaixador.

Gabinete Móvel

O vereador de Chapecó Derli Maier (MDB), fará a inauguração de seu gabinete móvel amanhã na comunidade Santa Barbara no bairro Passo dos Fortes. O evento que terá início às 19h30, terá a presença do deputado federal Valdir Colatto (MDB) e do deputado estadual Moacir Sopelsa (MDB). Utilizando um trailer, Maier e sua assessoria percorrerão semanalmente os bairros para ouvir as reivindicações da população, para encaminhar aos setores competentes.

Uvesc

Vereadores catarinenses estão reunidos na Assembleia Legislativa para a edição de 2018 do Encontro Estadual de Vereadores. Neste ano, o destaque é para os 45 anos de fundação da UVESC. O evento que começou ontem, encerra amanhã.

Moto Show

O casal de empresários Branca Rubas e Cleverson Dalmora promovem neste final de semana, mais uma edição do Moto Show em Chapecó. O evento que já está gerando uma grande expectativa na região, acontecerá no Parque Tancredo Neves na Efapi. A abertura está marcada para amanhã as 19h. Uma extensa programação também está marcada para o sábado e domingo, com shows musicais e de motociclistas, encontro de carros antigos entre diversas atrações. Os ingressos foram colocados a preços populares para que todos os interessados possam participar. O Moto Show promete ser um grande sucesso.

Branca e Cleverson tem investido em eventos na região.

“Me ouça de segunda a sexta as 13h15 na Super Condá AM 610”

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest