Ganha força a tese da licença de Colombo, nova liminar impede a posse de Santore, deputados estaduais terão R$ 5,8 milhões em emendas entre outros destaques

Pinho Moreira aguarda a caneta.
Foto: Secom

A tese das licenças do governador Raimundo Colombo (PSD), a partir de fevereiro, ganha força na Casa D’Agronômica. Tanto, que as agendas de Colombo e Eduardo Pinho Moreira (PMDB) tem coincidido, o que tem feito com que eles participem juntos de reuniões, a exemplo da semana passada em Brasília.

Segundo uma fonte, seria uma espécie de gestão compartilhada, mas, com Pinho Moreira no comando. “Ele (Moreira) já está se comportando como quem irá assumir e, não falou mais sobre não assumir em abril. Ambos se comportam como se tivessem combinado”, relatou uma liderança.

A ideia de Colombo, conforme divulguei em primeira mão, seria de se licenciar para somente retornar em abril para a renúncia. Dessa forma, mantém força no cenário e agrada o PMDB, já que ele deseja manter a atual aliança, evitando desgastes tendo os peemedebistas de adversários e com o comando do Estado. Resta saber, se Colombo conseguirá viabilizar junto a Assembleia Legislativa as licenças planejadas, já que necessita da aprovação do parlamento. Na semana passada, Gelson Merisio (PSD) deixou bem claro que ele votará e articulará contra, por entender que prejudicaria o Estado.

Merisio X Raimundo

A relação entre o pré-candidato ao Governo do Estado, deputado Gelson Merisio (PSD), e o governador Raimundo Colombo (PSD) segue cordial, porém, ambos olham para lados opostos quando se trata de projetos que tramitam na Assembleia Legislativa, e sobretudo quando o assunto é a eleição estadual. Colombo conforme já escrevi, quer o PMDB, enquanto que Merisio rechaça qualquer possibilidade de estar ao lado dos peemedebistas.

A relação entre Merisio e Colombo ficou mais séria.
Foto : Guto Kuerten

Problemas internos

Tirando os deputados federais, Jorginho Mello (PR) e Décio Lima (PT), que se anunciaram pré-candidatos ao Governo do Estado e, que tem o total apoio de seus partidos. Nos demais, há disputa e incerteza interna. Ainda vem muita discussão pelo caminho.

Juiz do PMDB

Uma liderança peemedebista me disse que o partido espera que ao assumir o Governo do Estado, que Eduardo Pinho Moreira assuma o papel de juiz a respeito da escolha dos nomes do PMDB. A fonte destaca que será fundamental arbitrar a situação para que a discussão seja com igualdade e sem deixar sequelas na legenda. Também destacou que hoje Mauro Mariani é o único nome do partido para a disputa ao Governo do Estado, porém, não descartou que outros nomes, a exemplo de Udo Döhler possam aparecer.

Fux analisa

Ontem ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, deu um prazo de 48 horas à Procuradoria Geral da República, para se manifestar sobre o pedido de prisão apresentado pela juíza da 1ª Vara Federal de Chapecó, Priscila Wickert Piva. Ela enviou um pedido de prisão do deputado federal João Rodrigues (PSD), para o cumprimento da sentença que o condenou segundo a lei, por crimes previstos na lei de licitações, ainda no caso da retroescavadeira quando ele era vice-prefeito de Pinhalzinho. A pena seria em regime semiaberto.

Prescrição

O ministro Luiz Fux observando o prazo da prescrição, datado para o próximo dia 12 de fevereiro e, com a possibilidade de prescrever o caso devido as férias forenses, determinou o imediato retorno da ação para decisão. O Ministério Público Federal também pediu o cumprimento imediato da pena, com prazo de cinco anos e três meses. O procurador da República, Carlos Humberto Prola Junior, enviou oficio à subprocuradora geral da República, Cláudia Marques, também reforçando que a condenação prescreverá em fevereiro.

Nova suspensão

O Tribunal de Justiça do Estado, obteve uma liminar na ação em que mais uma vez pedia a suspensão da posse do advogado, Alex Santore, no cargo de desembargador. Na decisão o juiz da 3ª Vara da Fazenda Pública, Laudenir Petroncini, chegou a mencionar que a insistência do governador Raimundo Colombo (PSD) de não revogar o ato de nomeação, não é suficiente para mudar o fato de que houve erro no processo.

Emendas

Os deputados estaduais terão cada, R$ 5,8 milhões em emendas impositivas para destinarem aos municípios. A lei determina que 50% será para o setor da Saúde e 25% para a Educação.

Avança

A deputada federal Geovania de Sá (PDSB), esteve ontem em audiência com o novo ministro das Cidades Alexandre Baldy. A parlamentar tratou da liberação de recursos para os municípios catarinenses pré-selecionados no programa Avançar Cidades.

Deputada discutiu a liberação dos recursos.
Foto: Haudrey Mafioleti

JPMDB

Com 141 vereadores e nove prefeitos, com idade entre 19 e 34 anos, o PMDB é o partido que elegeu mais jovens em Santa Catarina, na última eleição. Amanhã os jovens peemedebistas de todo o estado participam da convenção estadual da JPMDB, que será realizada na Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, das 9h às 13h. Durante o evento, que terá a participação do presidente estadual do partido, deputado federal Mauro Mariani; e do presidente nacional da JPMDB, Assis Filho; além das principais lideranças da sigla no estado, será eleito o novo diretório e a executiva do segmento.

Saúde

O deputado estadual Maurício Eskudlark (PR), indicou o repasse de R$ 500 mil de sua cota do orçamento estadual através de emenda parlamentar impositiva, para a compra de materiais e equipamentos necessários à implantação do serviço de Oncologia no Hospital Regional Terezinha Gaio Basso em São Miguel do Oeste. Eskudlark lembra que saúde é prioridade, e que o tratamento Oncológico para a região vai melhorar muito a vida das pessoas.

Contenção de água

Foi expedida a ordem de serviço para a elaboração de estudos e projetos, pelo sistema de empreitada por preços unitários, destinado a concepção e projeto executivo de engenharia para contenção de águas pluviais no bairro São Pedro em Chapecó.

O recurso é de R$ 120 mil, e foi destinado via emenda parlamentar da hoje suplente de deputada federal, Angela Albino (PCdoB), por meio de indicação do deputado estadual Cesar Valduga (PCdoB).

Servidores estaduais

O governador Raimundo Colombo (PSD) anunciou ontem, que vai antecipar o pagamento do salário deste mês e a segunda parcela do 13º para todos os servidores estaduais ativos e inativos. Conforme os cálculos da Secretaria de Estado da Fazenda, com o pagamento do salário de novembro, feito no dia 30 passado, mais a segunda parcela do 13º, que será no próximo dia 15 e o salário no dia 22, o Governo do Estado vai injetar R$ 2,2 bilhões na economia catarinense em menos de um mês. Acompanharam o anúncio o secretário da Fazenda, Renato Lacerda, da Casa Civil, Nelson Serpa, da Administração, Milton Martini, e o procurador-geral do Estado, João dos Passos Martins Neto.

Destaque

“O deputado federal Jorginho Mello (PR), presidente da Frente da Micro e Pequena Empresa, comemorou a aprovação do projeto que permite parcelamento de dívidas (Refis) das micro e pequenas empresas do Simples Nacional. Pelo texto aprovado, as empresas poderão parcelar as dívidas do regime tributário do Simples Nacional em até 180 parcelas, com 90% de desconto nos juros e multas. Pela proposta, os interessados deverão pagar uma entrada de 5%, parcelada em cinco vezes. “

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest