Futuro político de João Rodrigues nas mãos de Fux, a transição de Raimundo e Pinho Moreira, Buligon presidirá bloco do Mercosul entre outros destaques

Fux analisará o pedido de prisão.
Foto : Nelson Júnior STF

Ontem repercutiu com força a informação de que a juíza Priscila Wickert Piva, da Vara Federal de Chapecó, apresentou um pedido de prisão imediata do deputado federal João Rodrigues (PSD), ao ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux.

A informação caiu como uma bomba no cenário político pré-eleitoral, pois, Rodrigues é pré-candidato a governador. Sem contar a questão judicial que por si só, já é um grande problema para o deputado, imagine para as pretensões políticas em uma época em que parte do eleitorado parece mais crítico. Por isso, nos bastidores é dito que Rodrigues torce para que Fux, que é quem está com o recurso impetrado pela sua defesa em mãos, analise logo o caso, ou então, negue o pedido da magistrada, pois, a condenação prescreve no dia 12 de fevereiro.

O que também chama a atenção neste caso, é que ele era vice-prefeito de Pinhalzinho na época e, assinou o processo licitatório iniciado pelo então prefeito, Darci Fiorini, com a participação do então procurador do município, Cláudio Utzig, e o presidente da comissão de avaliação na época, Elói Trevisan, além do secretário Luiz Hentz e o dono da empresa, Luiz Fernando Guedes, todos absolvidos.

Mesmo com toda a repercussão, Rodrigues decidiu ir para São Joaquim com alguns amigos descansar e desligou o celular, evitando falar a respeito da situação. Somente o seu advogado enviou nota pontuando algumas questões e nada mais. Somente nos próximos dias, será possível mensurar os possíveis prejuízos eleitorais.

Transição

O governador Raimundo Colombo (PSD) já deu início a uma silenciosa transição de governo, para Eduardo Pinho Moreira (PMDB). De acordo com uma fonte, a leitura que se faz da viagem que fizeram juntos a Brasília na semana passada, é de que Colombo convidou Pinho Moreira para presenciar os encontros com o presidente Michel Temer (PMDB), e com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, como um avalista da busca de recursos para um governo, que será do peemedebista no próximo ano. Além disso, eles aproveitaram para conversar sobre as linhas gerais da sucessão que está se desenhando.

Colombo já iniciou a transição.
Foto: Marcelo Lula

Herneus

Ontem durante um evento da União dos Vereadores de Santa Catarina (Uvesc), sentaram juntos o vice-governador, Eduardo Pinho Moreira (PMDB), e o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Herneus De Nadal. Como mostra a foto, passaram um bom tempo conversando. Uma fonte me disse que Herneus chegou a dizer para algumas lideranças nos bastidores, que na época em que estava na política, sempre foi um soldado do PMDB e, que está pensando animadamente no convite para voltar.

Pinho Moreira e Herneus conversaram durante o evento.

Buligon presidente

O prefeito de Chapecó Luciano Buligon (PSB), foi eleito ontem em Buenos Aires, presidente do Bloco Regional de Intendentes, Prefeitos, Alcaldes e Empresários do Mercosul (BRIPAEM). O bloco foi constituído em audiência realizada na sede da Organização de Estados Ibero-Americanos (OEI). Participaram parlamentares, autoridades e empresários da Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai e Uruguai. Além de Buligon, representaram o Oeste o prefeito de Pinhalzinho, Mário Woitexem (PSDB) e o empresário chapecoense, Vincenzo Mastrogiacomo. O BRIPAEM foi constituído como uma associação civil sem fins lucrativos que visa trabalhar na articulação de atividades dos setores público e privado.

Buligon foi eleito em Buenos Aires.

Certificado

Durante todo o ano, o Ibope Inteligência perguntou aos consumidores catarinenses quais são suas marcas preferidas. As informações foram cruzadas com a pesquisa das marcas mais lembradas por eles. O resultado é um índice de afinidade, característica que faz do ÍMPAR um prêmio de credibilidade criado pelo grupo Ric. Aqui no Oeste o Hospital Regional e a Unochapecó foram os escolhidos como as marcas preferidas e mais lembradas pelas pessoas. É um reconhecimento as pessoas que trabalham em prol dessas duas entidades.

CNHs

O Projeto de Lei  de autoria do deputado estadual Gelson Merisio (PSD) foi aprovado e segue agora para sanção do governador Raimundo Colombo (PSD). Foram 37 votos a favor e dois contrários, do deputado João Amin (PP) e de Valdir Cobalchini (PMDB). As multas cobradas hoje pelo Detran remetem aos anos de 2011 a  2015. Como elas não foram aplicadas no momento oportuno, ou seja, no ano em que foram cometidas, para Merisio, elas prescrevem na sua intenção pedagógica da punição aos condutores.

Mais de meio milhão de motoristas deverão ser beneficiados com a aprovação final do projeto de lei que proíbe o Detran/SC de cobrar pontuação de anos anteriores e cassar as carteiras de motoristas em todo o estado.

Destaque

“As exportações de Santa Catarina em novembro, tiveram uma melhora de 1,1%, na comparação com o mesmo período do ano passado. Porém, o comportamento foi menor do que outubro, quando apresentou alta de 19,4%, com uma redução de 13,5%. Já as importações aumentaram em 21,7%. Já no acumulado do ano, as exportações cresceram 13,4%.”

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest