Eis a bomba: Bauer será investigado por Caixa 2

Ontem eu divulguei que uma grande operação da Polícia Federal, Procuradoria Geral da República e Ministério Público Federal aqui no estado, seria realizada amanhã para apurar um suposto crime. Agora a tarde, vazou na coluna do colega Upiara Bosch do grupo NSC, que a Procuradoria Geral da República investigará a denúncia de caixa 2 contra o senador Paulo Bauer (PSDB).

O ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Edson Fachin, autorizou a investigação que vai apurar o suposto recebimento de R$ 11,5 milhões que não teriam sido declarados na campanha ao Governo do Estado de 2014. Apenas após a conclusão das investigações, é que será definido o envio ou não ao STF.

Doação

De acordo com a delação premiada do ex-executivo da empresa Hypermarcas, Nelson José de Mello, em depoimento na investigação contra o presidente do Senado Eunício de Oliveira (MDB), contratos fictícios foram firmados com uma empresa na área de engenharia e saneamento de Joinville, usada supostamente como laranja, que teria recebido os supostos repasses em agosto de 2013 e dezembro de 2014.

O delator afirmou ainda, que Bauer teria sido identificado como um parlamentar de destaque no PSDB, pois, além de ter disputado o governo e ser pré-candidato à próxima eleição majoritária. Ele também tinha uma participação ativa em assuntos relacionados a guerra fiscal entre os estados, e ligações com a indústria farmacêutica diretamente ligada a Hypermarcas.

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest