Eficiência Energética – Empresas começam a receber motores modernos via programa da Celesc

A Fischer S.A Agroindústria é a primeira empresa catarinense a receber equipamentos do Programa Bônus Eficiente Linha Motores, iniciativa que beneficia os participantes com até 40% de desconto na compra de motores elétricos novos.

A ação faz parte do Programa de Eficiência Energética da Celesc, que já realizou com sucesso os Bônus Eficientes Linhas Eletrodoméstico (com troca de aparelhos com 50% de desconto) e Fotovoltaico (com instalação de 1.000 sistemas de captação de energia solar). A substituição por um maquinário mais moderno e inteligente é operacionalizada pela WEG.

Motores modernos reduzem consumo e são produzidos pela catarinense Weg

Líder no mercado de maçãs no Brasil e com produção anual de 130 mil toneladas da fruta, a companhia adquiriu 185 motores elétricos pelo programa. A ideia é atualizar seus parques fabris e, por meio da padronização dos equipamentos, aumentar a confiabilidade e a segurança da operação, reduzindo os custos de manutenção e de energia elétrica.

“A expectativa é de que esse investimento represente uma economia média anual de 6,5% e de que, em quatro anos, o ganho financeiro seja superior às aplicações disponíveis no mercado”, conta Arival Pioli, diretor executivo da Fischer S.A. Agroindústria.

Conservação de maçãs
O primeiro lote entregue, de 108 motores, é responsável pela operação de seis câmaras frias instaladas na unidade de Fraiburgo e permite a conservação das maçãs para o fornecimento contínuo ao mercado consumidor brasileiro e internacional. Já o segundo lote, com 77 motores elétricos, será instalado unidade de Videira, onde são produzidos suco e essência de maçã, cuja maior parte é exportada para outros países, principalmente para o mercado norte-americano.

Redução de consumo
A força motriz é uma das maiores consumidoras de energia elétrica do Brasil, responsável por mais de 50% de toda a eletricidade utilizada no país. “Nosso objetivo é contribuir para a manutenção ou o aumento da atividade produtiva de Santa Catarina, com a redução do consumo de energia elétrica, por meio de motores mais novos e eficientes”, explica Cleverson Siewert, presidente da Celesc.

O engenheiro Marco Aurélio Gianesini, chefe da Divisão de Pesquisa, Desenvolvimento e Eficiência Energética da Celesc, conta que a expectativa é de que o programa movimente R$ 28 milhões na economia de Santa Catarina, além de gerar uma redução de consumo equivalente a 2,3 mil residências. Em termos ambientais, o projeto evita a emissão de aproximadamente 462 toneladas de CO2, volume similar ao plantio de 2.772 árvores.

Segundo a WEG, o Programa Bônus Eficiente Linha Motores irá viabilizar a troca de mais de 2.600 motores elétricos, contribuindo para o aumento dos índices de eficiência energética em Santa Catarina.

Motores de alto rendimento
Por meio do Programa Bônus Eficiente Linha Motores, a WEG está realizando a instalação de motores elétricos da linha W22 IR3 Premium, na versão Wash — que reduzem o consumo e a demanda de energia elétrica, os custos de manutenção, possui maior vida útil e oferece níveis menores de temperaturas nas operações —, e motores W22 IR3 Premium — que oferecem os mesmos níveis de eficiência e atendem os requisitos de segmentos onde é necessária maior higienização.

Os dois modelos são fabricados no Brasil e foram desenvolvidos para alinhar a competitividade do parque industrial brasileiro frente às indústrias internacionais, referências em eficiência energética e otimização de custos para maior rentabilidade e competitividade.

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest