Luciano Hang promete anúncio político, Beber vai a federal, os jantares de Merisio entre outros destaques

Dohler está a disposição do MDB.
Foto: Marcelo Lula

Quando encontrei com o prefeito de Joinville Udo Dohler (MDB), em agosto do ano passado, no aeroporto de Brasília, conversamos a respeito da eleição deste ano. Naquela data, pela primeira vez ele se disse a disposição de seu partido ao pleito majoritário.

Ontem em nova conversa, Dohler me pareceu muito mais claro. Segundo ele, o quadro sucessório começará a ser examinado neste mês e, mandou um recado: “Os outsiders ainda não apareceram e, vale para o país e o estado. Eles farão a diferença”, afirmou o emedebista, sem precisar explicitar o que já ficou claro: ele é um desses outsiders que desejam entrar no cenário para mexer com o quadro.

Na série de entrevistas que farei com lideranças estaduais aqui para a coluna, começando com Udo, ele destaca o que pensa sobre a infraestrutura, incentivos fiscais, educação entre outros assuntos. Ainda a respeito do pleito, reafirma que está à disposição do MDB para disputar o Estado, afirmando que se não assumir esse compromisso, não estará honrando o voto que o eleitor joinvilense lhe deu, o elegendo a prefeito por duas vezes.

Por outro lado, Udo reclama do que chama de provocações que considera inoportunas. Não mencionou nomes, mas ficou desgostoso com a ideia do pré-candidato a governador, Mauro Mariani, presidente estadual do MDB, que defendeu uma prévia do partido para março, com o objetivo de já definir o nome que disputará a Casa D’Agronômica.

O certo é que Udo Dohler está no páreo, mas deixou bem clara uma condição que impôs a ele mesmo: somente disputará se for reeditada a tríplice aliança entre o MDB, PSD e PSDB, pela qual, trabalhará. “Não há tempo hábil para um outro projeto”, afirmou.

A entrevista estará a disposição  partir das 09h aqui no SC em Pauta. 

Bomba?

O empresário Luciano Hang, dono da Havan, anunciou através de sua assessoria uma coletiva à imprensa amanhã as 10h na sede da sua empresa em Brusque. A informação é que Hang fará uma revelação bombástica relacionada a política. Há tempos ele vem sendo cotado para se candidatar. Será que é isso?

Pensando o governo

O vice-governador Eduardo Pinho Moreira (MDB), tem conversado com lideranças a respeito da formação do governo. Ele tem dito que ao assumir em fevereiro, pedirá que os cargos sejam colocados à disposição, pois, haverá mudanças importantes. Mesmo assim, Pinho Moreira deixou claro que não haverá ruptura e, que tudo será feito com muita cautela para o bem do processo político. Já a respeito da reunião com o seu partido, entende que para a formação de governo não pode ser uma conversa coletiva, portanto, apenas alguns encontros serão feitos com pessoas que desejam ser ouvidas.

Jantares

O pré-candidato a governador Gelson Merisio (PSD), tem recebido lideranças em sua casa na capital para jantares políticos. Entre os que já se sentaram a mesa, estão o presidenciável Ciro Gomes (PDT), o presidente estadual do PDT, Manoel Dias, além de deputados estaduais, federais e senadores. Do setor empresarial várias lideranças também já jantaram com o pessedista, que segue trabalhando para dar musculatura a sua pré-candidatura. Um contato que ele tem buscado manter é com o senador Paulo Bauer (PSDB). Merisio segue as táticas do xadrez para tentar uma jogada para o primeiro turno, mas, sem descartar o segundo. Há algumas semanas em um jantar, reuniu deputados estaduais, incluindo Cesar Valduga (PCdoB). Na foto também aparecem o ex-secretário da Fazenda, Antonio Gavazzoni, e Arthur Merisio, filho do deputado.

Beber a Federal

O senador Dalírio Beber (PSDB) ainda não anunciou oficialmente, mas, é pré-candidato a deputado federal. A leitura na base do tucano, é que Beber teria musculatura no momento, para uma disputa a Câmara Federal e, não a uma reeleição ao Senado. Vale lembrar que ele não se elegeu diretamente, pois, herdou a cadeira do falecido senador Luiz Henrique da Silveira. Também havia a possibilidade de Beber disputar a estadual, porém, o entendimento é que o recuo seria muito grande.

Agnoletto presidente

Itamar Agnoletto (PSDB) assumiu ontem a presidência da Câmara de Vereadores de Chapecó. Em solenidade que foi presenciada por um bom público, Valmor Scolari (PSD) cumpriu o acordo de passar para o tucano, o comando do parlamento. É a segunda vez que Agnoletto assume o comando da Casa. Ele também já presidiu a Acamosc e a União dos Vereadores do Estado de Santa Catarina.

Agnoletto (Camisa branca) assume a presidência.
Foto: CMC

Scolari na Sedur

Valmor Scolari (PSD) que deixou ontem a presidência da Câmara de Vereadores de Chapecó, assumirá na próxima segunda-feira o cargo de secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano. Ele deverá conversar com o prefeito Luciano Buligon (PSB), para discutir a nomeação dos diretores do setor.

Primeira mulher

O município de Princesa no Extremo-Oeste, teve ontem pela primeira vez uma prefeita. Diangele Marmitt (MDB) de 28 anos, assumiu o cargo de forma interina, se tornando a prefeita em exercício mais jovem do estado. O chefe do poder executivo, agora licenciado, Edilson Volkweis (MDB), também é o mandatário mais jovem. Diangele ficará no cargo até o próximo dia 18.

Terceiro governador

De acordo com um levantamento do Portal G1, o governador Raimundo Colombo (PSD) ocupa a terceira posição no ranking dos governadores que mais cumpriram as promessas feitas na campanha eleitoral de 2014, registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De acordo com o levantamento, Colombo já realizou cerca de 82,60% dos compromissos assumidos.

Colombo aparece em terceiro.      Foto: Isabela Nocenti

Paraguai

De cada dez indústrias, sete das que se instalaram no Paraguai nos últimos cinco anos são do Brasil. Entre os atrativos a diferença nos custos trabalhistas, impostos, nos gastos de energia elétrica além de incentivos, que os tem tornado mais competitivos. Até mesmo empresas aqui do Oeste já foram procuradas pelo governo paraguaio para investir no país vizinho. Geralmente, não há uma troca, mas, sim, uma expansão com a abertura de filiais. Dados oficiais mostram que houve um aumento de 64% dos pedidos de informação sobre a instalação de empresas.

Contas públicas

Segundo o Banco Central, as contas do setor público consolidado, que englobam o Governo Federal, os estados, municípios e as empresas estatais, registraram déficit primário de R$ 909 milhões em novembro.

Destaque

“Durante a Campanha Nacional Contra a Influenza e Mobilização Estadual contra o Tétano Acidental, realizadas nos meses de abril, maio e junho de 2017, 1.691.401 pessoas foram imunizadas contra a Influenza, o que corresponde a 89% do público-alvo, e 96.453 doses da vacina contra o tétano foram aplicadas.”

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest