Declarações de Caropreso mexem com o PSDB, Djalma confirma pré-candidatura, governador volta ao BNDES entre outros destaques

Em entrevista ao portal do jornal Correio do Povo de Jaraguá do Sul, o deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB) se manifestou em relação ao senador Paulo Bauer (PSDB), que é o pré-candidato a governador de seu partido. Para Caropreso, a situação vivida por Bauer de ser investigado, causa desconforto aos tucanos.

O que chamou a atenção de todos do ninho tucano, é que Caropreso é um dos maiores defensores do senador. Em rápida conversa por telefone, o deputado pareceu incomodado com a situação. Disse esperar que a assessoria jurídica de Bauer resolva a questão, e ressaltou que o PSDB está ao lado do postulante ao governo e não abre mão disso. Ainda ontem a tarde, uma outra liderança tucana me disse que o partido está disposto a bancar a situação, mesmo que alguns manifestem a preocupação com o fato da sangria motivada pela denúncia contra Bauer, se arraste até o fim da eleição. Neste caso, há o temor de prejuízos à candidatura do tucano. “Hoje nós não abrimos mão do Bauer. Ele é o candidato e o nosso partido está disposto a enfrentar a situação”, afirmou a fonte.

Resta saber, com quem os tucanos estarão, pois, se negam a conversar com qualquer partido na condição de serem um possível vice. Quanto as conversas de aproximação com o MDB, um líder tucano afirmou que mesmo que os emedebistas tenham o maior partido do estado, a base peessedebista rechaça a aproximação se for para apoiar. E voltando a Caropreso, ele também deixou as claras essa situação na entrevista na região Norte.

Segundo o parlamentar, tanto o governo de Raimundo Colombo (PSD), quanto de Eduardo Pinho Moreira (MDB), erram por excesso de otimismo. Afirmou ainda que os emedebistas são totalmente responsáveis pela crise instalada no Estado, pois, não estão há 8, mas sim, há 16 anos no poder. E foi além, ao lembrar que as regionais nasceram com autonomia, mas que muito dinheiro foi gasto em nome da política e de cargos. “Todos que estiveram no poder nos últimos 8 anos, tiveram uma grande responsabilidade com o atual quadro financeiro do Estado”, afirmou o tucano.

Viveu a realidade

O deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB) não fala ao léu. Talvez hoje esteja arrependido pelo que disse, mas, sabe que tem razão em boa parte do que falou. Lembro de sua angústia a frente da Secretaria de Estado da Saúde no ano passado, quando ficou sem saber o que fazer devido a falta de dinheiro. Enquanto via o cofre raspado, acompanhava os números da dívida que só aumentavam. Portanto, Caropreso pode até se arrepender no viés político por achar que falou além da conta. Mas por outro lado, nunca poderá ser acusado de ter falado algo fora da realidade.

Pediu uma solução

O deputado federal Valdir Colatto (MDB), entregou ontem em Brasília ao presidente da República Michel Temer (MDB), o comunicado oficial da Coopercentral Aurora, informando que estará suspendendo as suas operações por 48 horas. Temer prometeu a Colatto que seria anunciada uma solução para o impasse que tem causado a mobilização dos caminhoneiros. Ontem a noite, o presidente realizou uma reunião de emergência. Colatto me disse que cobrará que a redução anunciada pela Petrobrás, que baixou o valor da gasolina e do diesel nas refinarias, que chegue ao consumidor nos postos.

Eis a questão

O anúncio do ministro da Fazenda Eduardo Guardia, de que o governo eliminará a Cide, que é o tributo que incide sobre o diesel, assim que for aprovado pelo Congresso Nacional o projeto de reoneração da folha de pagamentos, na prática, ainda não pode ser visto como a solução da questão que gerou a crise com os caminhoneiros. Se de um lado, o Governo garantirá com a reoneração um incremento considerável à sua receita, sendo que somente neste ano chegará aos R$ 3 bilhões. Por outro, não garante que a retirada da Cide terá influência numa redução no preço do combustível nos postos, no máximo, poderá travar por um tempo novos aumentos. Isso porque, a Petrobrás já anunciou que não vai alterar a sua política de reajustes nos combustíveis, ou seja, se nas próximas semanas o petróleo ou o dólar tiverem novas valorizações, a petrolífera repassará sem pensar duas vezes ao consumidor.

Djalma confirma

“Habemus pré-candidato”. Foi assim que Djalma Berger (MDB) noticiando a fumaça branca, me confirmou ontem a noite a sua pré-candidatura a deputado federal. Conforme eu já havia divulgado, ele foi estimulado pelo irmão, o senador Dário Berger (MDB). Sobre a eleição ao Governo do Estado, Djalma nega que Dário pense em disputar o pleito, pois, tem um compromisso com o deputado federal Mauro Mariani (MDB). “Em qualquer hipótese o candidato do Dário é o Mauro. Só por um acaso do destino, o Dário seria candidato, mas somente o Mauro tornaria o Dário candidato”, afirmou Djalma.

Visita

Ontem a tarde o deputado estadual Ricardo Guidi (PSD), visitou o governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) na Casa D’Agronômica. Na condição de presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência na Assembleia Legislativa, Guidi apresentou a minuta da Lei Catarinense de Inclusão, para que Pinho Moreira analise e envie um projeto de lei ao parlamento. Vale dizer que essa proposta precisa ter origem no Executivo. Caso aprovada a lei, Santa Catarina será pioneira. É claro que em ano de eleição, o assunto política não poderia faltar. Falaram sobre o Sul do estado e encerraram a conversa. Guidi que é pré-candidato a deputado federal, é amigo de infância de Eduardo, um dos filhos do governador. Quando Pinho Moreira foi deputado federal, o pessedista ainda criança, viajava a Brasília para visitar o amigo.

A lei

O anteprojeto da “Lei Catarinense de Inclusão da Pessoa com Deficiência”, é uma proposta elaborada por um Grupo de Trabalho, constituído em março de 2016, no âmbito da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Assembleia Legislativa. Formada por técnicos de órgãos do poder público e de entidades da sociedade civil organizada, que atuam efetivamente na defesa dos direitos da pessoa com deficiência, a lei é respaldada pela Lei Brasileira de Inclusão e pela Legislação Estadual da Pessoa com Deficiência. O grupo procura garantir os direitos adquiridos e ampliar os novos direitos garantidos pela LBI.

De malas prontas

O governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) embarca hoje logo cedo para Brasília. Ele se encontrará com o ministro chefe da Casa Civil Eliseu Padilha, e com o ministro da Secretaria de Governo Carlos Marun. Após, ele viaja ao Rio de Janeiro, onde terá uma reunião no BNDES. Pinho Moreira tentará viabilizar a liberação dos R$ 732 milhões que a princípio, seriam liberados para o Fundam de Raimundo Colombo (PSD).

Avicultura

Os problemas que os produtores de frango da região Oeste estão enfrentando depois que a União Europeia deixou de importar o produto catarinense, foi um dos destaques da sessão plenária de ontem na Assembleia Legislativa. O deputado estadual César Valduga (PCdoB) propôs a criação da Frente Parlamentar em Defesa das Indústrias e da Proteína Animal, para debater soluções para a crise. A proposta deve ser analisada nas próximas sessões.

Regionalização

O secretário de Estado da Saúde Acélio Casagrande, reafirmou ontem, durante a inauguração do novo centro cirúrgico do Cepon, a intenção de aprofundar a regionalização dos atendimentos na saúde. Lembrou ainda que o Governo Federal aumentará o repasse mensal para o Estado em R$ 10 milhões a partir de junho, o que permitirá um maior equilíbrio financeiro.

Reforma solidária

Vice-presidente da Federação Nacional do Fisco Estadual e presidente do Sindicato dos Fiscais da Fazenda de Santa Catarina, Fabiano Dadam Nau, coordena o seminário ‘Reforma Tributária Solidária, Menos Desigualdade, Mais Brasil’, que acontece hoje no auditório do Sindifisco/SC, em Florianópolis. O evento vai abordar as principais propostas para reorganizar o modelo de tributação brasileiro, combatendo a desigualdade social por meio de uma melhor redistribuição de receita e da chamada progressividade tributária. Na avaliação de Dadam, o sistema tributário atual é injusto e pune a população ao tributar predominantemente o consumo.

Planejamento

Ontem na abertura da Assembleia geral da FETAESC, Murilo Flores que é ex-presidente da EMBRAPA, Epagri e pré-candidato a deputado federal pelo PSB, destacou que a agricultura é um dos pilares da economia catarinense. Porém, ele demonstrou preocupação, em saber para qual direção o setor caminha. “Infelizmente nosso Estado carece de importantes ações voltadas ao segmento que identificamos durante a elaboração do PlanoSC 2030”, afirmou, antes de enumerar alguns exemplos. “Falta política pública voltada à inovação, pois o grande desafio é de implantar a energia elétrica trifásica. Para garantirmos os avanços tão desejados no meio rural, com inovação tecnológica, infraestrutura e combate ao êxodo rural, especialmente dos mais jovens, as decisões precisam ser tomadas com diálogo, exatamente como fizemos na criação do Pronaf, ouvindo os produtores, negociando com o governo e com os bancos”, disse Flores.

Homenagem

Ontem foi lida a proposta do vereador de Chapecó Itamar Agnoletto (PSDB), que em acordo com o prefeito Luciano Buligon (PSB), está sugerindo que o ginásio de esportes do bairro Passo dos Fortes, que ainda não tem nome, passe a se chamar Ginásio de Esportes Edson Luiz Picolé. O radialista foi uma das vítimas da tragédia com o time da Chapecoense. Agnoletto justifica a homenagem, pelo fato de Picolé ter nascido naquela região e praticado esporte no ginásio quando criança.

Acafe

A cada dois anos, a Associação Catarinense das Fundações Educacionais (Acafe), da qual a Unochapecó faz parte, realiza uma eleição para definir seus novos dirigentes. O atual vice-presidente, Günther Lother Pertschy, e o reitor da Unochapecó, professor Claudio Alcides Jacoski, são candidatos aos cargos de presidente e vice da associação, para o biênio 2018-2020. Acompanhados do secretário executivo, Paulo Ivo Koehntopp, já estão percorrendo o estado e visitando as instituições que compõem o Sistema Acafe. Ao todo são 16 instituições: 11 universidades e cinco centros universitários.

Energia feminina

Além de cumprir agenda pelo estado como presidente da Fundação Nova Vida, a primeira dama, Nicole Torret Moreira, tem visitado e ouvido pedidos nos municípios por onde passa. Na Rede Feminina de Combate ao Câncer, em Caçador, a primeira dama se reuniu com a entidade que realiza aproximadamente 600 atendimentos ao mês. “A mulher é a locomotiva da sociedade. É meu dever levar ao governador os principais anseios dos variados locais por onde tenho passado, sobretudo de mulheres que auxiliam na prevenção e tratamento do câncer”, comentou.

PSL no Meio-Oeste

Recebido por um auditório lotado, o presidente da Executiva Estadual do PSL, o pré-candidato ao Senado, Lucas Esmeraldino, participou na noite de ontem em Caçador, de mais uma série de posses. Desta vez, foram empossadas as provisórias dos municípios que fazem parte do Vale do Rio Peixe, Meio Oeste, Entre Rios e Extremo Oeste Catarinense. André Bortolini, coordenador das executivas municipais do Meio Oeste, fez questão de destacar no evento que todos os líderes municipais terão a responsabilidade de se dedicarem ao máximo.

Lançamento

O colega Moacir Pereira lançará no próximo dia 29, a partir das 19h, o livro “Rodrigo Haro – Um poeta humanista”. O evento acontecerá no Museu de Arte de Santa Catarina – Centro Integrado de Cultura. Jornalista com trabalho reconhecido em todo o estado, Pereira já há alguns anos passou a escrever livros sobre os mais diversos assuntos.

“Me ouça de segunda a sexta as 13h15 na Super Condá AM 610”

“Também me leia no jornal Sul Brasil”

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest