Com prévias, Mauro Mariani reduz espaço de manobras de bastidores no MDB SC

O vice-governador Eduardo Moreira e o presidente do MDB de SC, deputado federal Mauro Mariani

O MDB de SC terá prévias para definir o seu candidato ao Governo de Santa Catarina este ano. Esta foi a decisão da executiva do partido reunida na manhã desta segunda-feira em Florianópolis. Os interessados em participar das prévias terão até o dia 2 de fevereiro, ou seja, pouco mais de 10 dias para notificar o partido do seu interesse em concorrer. A data marcada para a escolha é 17 de março na Assembleia Legislativa, das 9 às 17 horas.

O curioso nesta decisão, provocada pelo presidente do partido e pré-candidato, o deputado federal Mauro Mariani, foi a postura dos líderes partidários como o vice-governador Eduardo Moreira, o senador Dário Berger, o deputado federal Peninha e o ex-governador Paulo Afonso. Eles não queriam as prévias. A alegação é que Mariani já foi escolhido como o candidato do MDB, e isso não seria necessário. Mas, como diz o velho ditado, o que abunda, não atrapalha.

Pensando assim, e de olho nas misteriosas e silenciosas movimentações de bastidores no seu partido – Udo Döhler, Eduardo Moreira, Dário – e nos demais partidos, Mauro Mariani empareda os interessados em deixar o barco correr. O deputado federal também cria fatos políticos importantes, movimentando o partido, as bases, para dar musculatura à campanha que promete ser duríssima.

Quem colocar o nome nas prévias vai assumir o que muita gente da cena política desconfia: estava fazendo jogo duplo. Corre o risco de ser considerado traidor do MDB e dar uma de coveiro das pretensões partidárias. Se não houver disputa com estes nomes para disputar com Mariani a indicação, o deputado federal fica fortalecido e pode passar para a fase seguinte do processo eleitoral, as alianças.

Continuamos acompanhando de perto para você aqui no SC em Pauta.

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest