Colombo pode mexer nas cadeiras

Mudança das cadeiras
O Governo do Estado pode provocar mexida nas cadeiras da Assembleia Legislativa para a semana que vem. Pode fazer isso para votar uma série de matérias onde ao contrário do que tem sido regra, estaria havendo dificuldade de aprovação. Deputados donos de cadeiras e que estão no primeiro escalão do governo então retornariam ao parlamento. O fato gera algumas especulações e revelações. A especulação é que a deputada Ada De Luca pode voltar à Assembleia Legislativa como todos os demais, mas não retornaria mais à pasta que ocupa. Há quem interprete esta movimentação uma forma do governador preparar a transmissão do governo para o vice. Outra especulação é que os ensaios políticos da divisão interna no PSD estão contribuindo para que o governador perca o controle que exerceu até agora sobre o Legislativo.

Estratégia
Chama atenção na estratégia do governo, se de fato houver o retorno dos deputados que estão em pastas do primeiro escalão, pois estariam saindo os suplentes. O suplente é personagem por vezes tão ou mais fiel do que o dono da cadeira.

Corpo a corpo
Nos últimos dias o governador Raimundo Colombo, que vinha sendo criticado por não receber os deputados estaduais, decidiu chamar por bancadas para falar sobre os projetos. Na conversa os parlamentares tiveram a oportunidade de ouvir a contrapartida que terão como o atendimento a reivindicações de suas bases.

Posse no DCE
Acontece hoje 19h no auditório Ruy Hülse a posse da nova diretoria do Diretório Central de Estudantes da Unesc. Alexandre Pato Bristot e sua diretoria devem ser empossado pela comissão eleitoral em ato que terá a presença da reitora Luciane Ceretta, mas não terá o ex-presidente Marcos Machado. Ele disse ontem que sequer foi convidado.

Avicultura
A JBS anunciou ontem a suspensão da produção de carne de frango em Itapiranga, no Oeste de Santa Catarina e em Frederico Westphalen, no Rio Grande do Sul. A suspensão é por 30 dias e o argumento é o embargo russo à carne de aves. A desconfiança é de que assim como em Morro Grande, no Sul do Estado, o fechamento está relacionado à crise enfrentada pela empresa.

Mais energia
A direção da Cooperativa de Eletrificação de Treviso, Certrel, foi levada ao vice-governador Eduardo Pinho Moreira, nesta semana, pelo deputado estadual Cleiton Salvaro (PSB). A Certrel reivindica apoio do Estado para a instalação de um novo alimentador de energia para sua região de atuação. Sem o equipamento fica inviável a ampliação de redes de energia.

No limite
Nas cidades de Siderópolis e Treviso há projetos de implantação de novos distritos industriais, um em cada município. Isso não é possível, atualmente, porque não há energia suficiente. A cooperativa distribuidora está operando no limite.

Custos absurdos
Durante uma exposição sobre o trabalho da procuradoria geral da Justiça neste ano, foram apresentados alguns números curiosos. O procurador Sandro José Neis revelou, por exemplo, que o custo médio de um preso em regime fechado, hoje em Santa Catarina, é de R$ 1,7 mil ao mês, enquanto aquele que cumpre pena alternativa custa R$ 26,00, diferença absurda entre um e outro. Conclui-se que é equivocada a teoria de que o Estado precisa construir mais presídios. Urgente que os caminhos tomados sejam outros.

EDUCAÇÃO Outro dado apresentado esta semana revela que hoje no Estado há cerca de três mil crianças fora da escola por razões absurdas, como as 287 identificadas como fora da escola porque servem ao tráfico de drogas (mulas).

CRIANÇAS O Estado de Santa Catarina tem hoje 357 jovens na idade de criança e fora da escola porque estão grávidas, 605 porque são obrigadas a trabalhar para ajudar no sustento da família, 281 porque vivem em união estável eo conjugue não aceita que o parceiro estude e 381 porque não tem transporte escolar.

PRAXE Nomeado pela Justiça do Trabalho para realizar a eleição do Sindicato dos Mineiros de Criciúma três anos e meio após a primeira tentativa, Agenor Daufembach ainda não foi notificado oficialmente. Esta demora não é fato novo. Da decisão à execução as ações jurídicas tendem demorar.

MINEIROS Os advogados Alexandre Barcelos João de parte dos atuais dirigentes do Sindicato dos Mineiros e Francisco Baltazar de um grupo que promete oposição na eleição dos mineiros devem consultar a Justiça do Trabalho. Querem saber um pouco sobre o foi sentenciado recentemente sobre novas eleições na entidade.

MAL VISTOS A julgar pelos dados apurados em pesquisa contratada por uma instituição privada para fins de identificação de aspectos econômicos, a situação dos Sindicatos de Trabalhadores é muito ruim. Tão arranhados quanto os políticos os sindicatos tem pífios índices de aprovação.

NOVIDADE Os Sindicatos dos Trabalhadores da Saúde e dos Químicos são os primeiros a testar negociação com nova regra (Reforma Trabalhista).

ANGÉLICA A eleição para a Associação de Moradores do Bairro Jardim Angélica vai acontece no dia 16 de dezembro, entre 8h e 11h30min, no salão de festas do bairro. A inscrição de chapas ocorre até cinco dias antes.

FRASE DO DIA
“A onda agora no Brasil é colocar os ricos na cadeia, quando devemos trabalhar para tirar os pobres da cadeia.”
Fernando Coruja, deputado estadual ao comentar a realidade da Justiça, cidadania e sistema penitenciário.

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest