Bulhões está convicto da prescrição da condenação de JR, Kleinubing responderá a ação por improbidade, Astrit não sabe se deixará a ADR entre outros destaques

Bulhões está confiante na prescrição.

Ontem eu conversei com o advogado Nabor Bulhões, que defende o deputado federal João Rodrigues (PSD), preso no complexo da Papuda em Brasília. Considerado um dos melhores juristas do Brasil, já tendo defendido o ativista italiano Cesare Battisti e o empresário Marcelo Odebrecht, Bulhões aguarda o agendamento da data para que a 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), julgue os Embargos Declaratórios que já foram apresentados no caso de Rodrigues.

Já nas mãos do relator Luiz Fux, a decisão mais uma vez caberá aos mesmos ministros que votaram pela prisão do parlamentar. Bulhões quer que os magistrados reconheçam que não votaram a prescrição e a votem, ou que a encaminhem para o plenário. Ele me explicou que se o STF mantiver o seu próprio critério, reconhecerá que o caso já estava prescrito baseado na data da primeira condenação de Rodrigues no processo. “Estamos mais do que convictos, estamos certos que já prescreveu em dezembro passado”, destacou.

Bulhões ainda lembra que o ministro Luiz Barroso durante o julgamento, se equivocou chegando até a ser advertido pela ministra Rosa Weber a respeito da prescrição. “Ministro Barroso, eu e vossa excelência já defendemos essa tese em plenário e fomos vencidos”, disse a magistrada durante a sessão, inclusive, a fala está inserida no acórdão.

Já a respeito do regime semiaberto, a defesa de Rodrigues ainda aguarda todo o processo burocrático, até que o parlamentar seja autorizado a sair durante o dia para exercer o seu mandato.

A prisão

O deputado federal João Rodrigues (PSD), está preso em uma cela com mais seis pessoas. Ele está alocado na “área dos vulneráveis”, onde ficam autoridades, policiais e outras pessoas que correm algum risco na ala comum. As condições são as mesmas dos demais presos, só que em separado. O deputado federal Paulo Maluf (Progressistas) se encontra na mesma ala.

Citou Chapecó

Ontem a noite em Foz do Iguaçu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), voltou a mencionar a sua passagem por Chapecó. Segundo ele, tentaram evitar que o seu avião pousasse ameaçando com rojões e a tocar pedra. Além disso, afirmou que os manifestantes passaram o dia inteiro na frente do hotel provocando, soltando foguetes e mais uma vez tocando pedra. “Na hora que saímos para o ato, não tinham 50 pessoas, mas um monte de pedra para tocar no carro. Tentaram invadir o hotel. É um bando de fascista, entre quarenta e cinquenta pessoas que se acham donos, de proibir que a gente pudesse transitar no Brasil livremente”, afirmou Lula.

Culpou a polícia

Ainda segundo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a polícia em Chapecó ao invés de ficar olhando para os manifestantes contrários a ele, que estavam jogando ovos e pedras nas pessoas que o assistiam discursar. Ficavam de olho em sua militância enquanto que as pessoas pelas costas dos policiais jogavam pedra e ovos nos petistas.

Embargos negados

A decisão de ontem do TRF 4 em Porto Alegre, definiu a situação do ex-presidente Lula (PT), ao negar os embargos pelo placar de três a zero. Os desembargadores da 8ª turma, João Gebran Neto, Leandro Paulsen e Victor dos Santos Laus, mantiveram a condenação em primeira instância aplicada pelo juiz federal Sérgio Moro. Vale lembrar que a pena foi majorada ao considerarem os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Se o STF negar o Habeas Corpus Preventivo no próximo dia 4, Lula poderá ser preso a qualquer momento. Além disso, com a decisão o ex-presidente se tornou inelegível.

Desembargadores mantiveram a decisão.
Foto: TRF4

Reação

O presidente estadual do PT, deputado Décio Lima, que é advogado fez uma dura crítica aos desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Em sua conta no Twitter ele escreveu: “A decisão do TRF-4 é mais um acontecimento esperado para o lixo da história. Três canalhas juntos é cartel, é quadrilha, assaltam o Estado de Direito e a democracia no uso da instituição mais importante de qualquer república. O judiciário”.

Organização do PSD

A comissão eleitoral do PSD coordenada pelo governador licenciado Raimundo Colombo, se prepara para organizar um trabalho de forte aproximação com os partidos já aliançados, pensando na eleição. Eventos serão marcados em todas as regiões, com todas as legendas e suas lideranças. A ideia segundo os pessedistas, é discutir o estado com a participação de seus aliados.

Colombo ainda em férias prepara a movimentação.

Cella e a eleição

O vice-prefeito de Chapecó Elio Cella (PR), esteve ontem em Florianópolis para uma reunião dos pré-candidatos com o presidente estadual do partido, deputado Jorginho Mello. Durante a conversa, Mello relatou que não há definições a respeito de alianças para o pleito, porém, informações na capital dão conta de que a tendência é de que o PR esteja ao lado do MDB. De acordo com Cella, caso isso aconteça, ele conversará com o prefeito Luciano Buligon (PSB) e demais lideranças do seu grupo. “Se tiver candidato do Oeste, é claro que eu vou apoiar”, afirmou.

Improbidade

Um inquérito através do Ministério Público em Blumenau, deu origem a uma ação civil pública de responsabilidade por ato de improbidade administrativa, contra o ex-prefeito e atual deputado federal João Paulo Kleinubing (DEM). Será apurada uma suposta irregularidade na licitação de obras na escola Leoberto Leal, que de acordo com o promotor Gustavo Ruiz Diaz, não foram concluídas. Liguei para Kleinubing que não atendeu.

Em SLO

Um grande encontro do PSD regional de São Lourenço do Oeste contou com a presença do pré-candidato a governador, deputado Gelson Merisio, e da pré-candidata a deputada estadual Marlene Fengler. Marlene começa a conversar com as bases do partido.

Astrit fica?

Uma ausência sentida no café da manhã realizado na casa do pré-candidato a governador Gelson Merisio (PSD), no sábado em Chapecó, foi a da secretária executiva da ADR, Astrit Tozzo. Ela justificou que está com a mãe no hospital, por isso que não pôde participar do encontro. A questionei se ela deixará o cargo no mesmo dia da renúncia oficial de Raimundo Colombo (PSD), data imposta por seu partido para o desembarque total. Quem não sair, poderá ser expulso do PSD. Astrit respondeu que ainda não decidiu se sairá com a sigla, considerando algumas coisas ainda precipitadas. “Algumas coisas estão tomando o rumo, outras ainda faltam clarear, mas é questão de conversar e se organizar. Vou avaliar o cenário para depois decidir se vou sair”, respondeu a secretária, afirmando que pretende ficar no PSD.

Astrit não sabe se deixará o cargo.

Criança Feliz

A secretária de Estado da Assistência Social Romanna Remor, esteve em Jaraguá do Sul, representando o governador Eduardo Pinho Moreira (MDB), para conhecer de perto os detalhes do programa “Criança Feliz”, apresentado pelo ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra. A iniciativa promove um aumento do acompanhamento para famílias beneficiadas pelo Bolsa Família, que possuem bebês ou crianças de até três anos de idade, através de assistentes sociais que darão orientações de como as crianças podem ser criadas em melhores condições, promovendo um desenvolvimento mais saudável da sociedade. “Vamos intervir junto ao Conselho Estadual de Assistência Social, que é o órgão que pode decidir pela adesão ao programa no Estado, para que as crianças de Santa Catarina não fiquem sem esse importante benefício” afirmou Romanna.

Zimmer é pré-candidato

Sob a benção de três dos caciques estaduais do PSDB, senadores Paulo Bauer e Dalirio Beber, além do presidente estadual, deputado Marcos Vieira, o ex-defensor público-geral de Santa Catarina, Ralf Zimmer Junior, foi acolhido no ninho tucano na manhã de ontem. Convidado pela executiva do partido para disputar uma vaga à Câmara Federal, ele aceitou o convite e agora é pré-candidato. Juntamente com Zimmer, 27 novas lideranças catarinenses se filiaram ao PSDB, entre elas a empresária e líder comunitária, Ana Cláudia Caldas. Zimmer disse que é um apoiador do presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB), o que fez com que ele escolhesse o ninho tucano.

Imposto

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa se reúne hoje para debater mudanças nas regras do ICMS. O colegiado analisa propostas que preveem benefícios como a isenção do tributo na venda de armas, coletes a prova de bala e munição a policiais, guardas municipais, agentes penitenciários e peritos do IGP. A compra de viaturas e equipamentos a serem doados para a segurança pública, também estariam isentos. Além disso, a MP que ajusta o ICMS no caso em que se paga o imposto no sistema de substituição tributária, também será discutida, assim como, a proposta para que os filmes nos cinemas sempre tenham legenda, mesmo quando são dublados.

Merenda

É importante que a Câmara de Vereadores de Chapecó apoie o projeto apresentado pelo vereador Alzumir Rossari (PCdoB), que permitirá aos professores e demais servidores das escolas públicas municipais, que se alimentem junto com os alunos pelo programa de merenda escolar. No Estado, uma mesma iniciativa de autoria do deputado estadual Cesar Valduga (PCdoB), visa garantir o mesmo direito nas escolas do Estado. Permitir aos educadores e servidores que se alimentem, não causará prejuízo ao erário, ao mesmo tempo que é uma valorização a esses profissionais.

Crise do milho

A Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Natalino Lazare (Podemos), convocou para amanhã em regime de urgência, uma reunião para tratar da situação da produção e abastecimento do milho produzido no estado. Problemas na logística de transporte e os empecilhos burocráticos por parte do Governo Federal são alguns dos assuntos que devem pautar o encontro.

Meirelles

O ministro da Fazenda Henrique Meirelles que deixará o cargo para se colocar a disposição para a eleição presidencial, poderá abortar a sua ida para o MDB. Meirelles não teria aceitado a proposta de ser vice do presidente Michel Temer (MDB).

“Me ouça de segunda a sexta as 13h15 na Super Condá AM 610”

“Também me leia no jornal Sul Brasil”

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest