Bauer: “O Estadão está atrasado, pois não há novidade”

Liguei para o senador Paulo Bauer (PSDB), que me disse que não há novidade alguma em relação a investigação autorizado pelo ministro do STF, Edson Fachin contra ele e, que se trata de matéria requentada pelo site do jornal Estadão. A Procuradoria Geral da República deverá encaminhar nos próximos dias à Polícia Federal, que ouvirá os citados pelo delator da Hypermarcas.

O senador repetiu o que disse na coletiva de lançamento de sua pré-candidatura ao Governo do Estado, de que não falará mais a respeito do assunto e, que todos os esclarecimentos devem ser feitos diretamente com os seus advogados. “O Estadão está atrasado, pois não há novidade em relação a situação. Eles querem requentar, pois, está na moda fazer isso para afetar os políticos”, afirmou.

Quanto as investigações, Bauer afirmou que não está preocupado com a situação e, que está totalmente a disposição para qualquer esclarecimento. “Quando for a hora de falar, eu vou falar e os setores competentes decidirão o que fazer”, disse o tucano, que mais para a frente pedirá através de seus advogados, que o seu caso seja separado das investigações envolvendo o presidente do Senado Eunício de Oliveira (MDB), que deu origem as delações em relação a Bauer.

Deixe seu comentário:

Pin It on Pinterest